Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Protesto contra Gilmar Mendes em SP tem ‘tomataço’

Manifestação com frutas podres foi realizada em frente à sede de faculdade que tem ministro do STF como sócio, em São Paulo

Um protesto organizado pelo grupo autonomeado Tomataço sujou de tomates a calçada em frente ao Instituto de Direito Público de São Paulo (IDP-SP), faculdade da qual é sócio o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). No momento do protesto, a instituição, localizada na Bela Vista, região central da cidade de São Paulo, realizava o seminário “Reforma Política: Avanço ou Retrocesso?”, que tinha na mesa de abertura o ministro e o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB).

Pelas redes sociais, o Tomataço convocou seus apoiadores a comparecem ao movimento nesta segunda-feira, “na faculdade do Gilmar Mende$”, com a letra final do nome do magistrado sendo substituída por símbolo de cifrão. Nas imagens, os militantes do grupo exibem as frutas podres que vão ser utilizadas no protesto, doadas pelos “patriotas do Ceasa”, centro de compra e venda de hortaliças e vegetais da cidade de São Paulo.

Voltado a discutir as mudanças na legislação eleitoral aprovadas na semana passada pelo Congresso Nacional e sancionadas no último sábado pelo presidente Michel Temer (PMDB), o evento conta também com as presenças do senador José Serra (PSDB-SP) e do ministro Tarcísio Carvalho Neto, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O protesto chegou a parar o trânsito em uma quadra da rua Itapeva, onde está sediado o IDP-SP. Em sua página no Facebook, o Tomataço diz ser a favor da “renúncia de todos”, além de realizar postagem defendendo as Forças Armadas e a Operação Lava Jato. Procurado por VEJA, o IDP-SP informou que prefere não se manifestar a respeito da manifestação.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Da próxima vez, tenta conseguir um camioneta estrume, combina mais com ele.

    Curtir

  2. Cláudio monteiro

    a política do nosso país é só vergonha, sujeira por cima de sujeira e realmente que bom que nesses ultimos tempos está vindo tudo a tona e eu realmente espero que essa ”tempestade” ruim passe no Brasil e o nosso país tenha realmente a chance de se organizar e crescer e vir a ser um país justo onde o sol brilhe pra toda a nossa nação.

    Curtir