Tarja Consumo

Consumo

Reclamações contra sites de compras coletivas aumentam mais de 400%

Procon quer que as maiores empresas do ramo assumam compromisso de melhoria nos serviços

Reprodução

Reprodução (Reprodução)

O número de reclamações contra sites de compras coletivas aumentou mais de 400% no primeiro semestre de 2012 em comparação com o mesmo período do ano passado. A informação foi divulgada na sexta-feira pelo Procon-SP, que resolveu chamar algumas das maiores empresas do setor - Caldeirão de Ofertas, ClickOn, Clube do Desconto, Groupon, Peixe Urbano, Pesca Coletiva e Privalia - para assumir um compromisso de melhoria em seus serviços prestados.

Saiba mais:
Procon autua sites de compra coletiva por irregularidade
Mastercard lança serviço de compras coletivas nos EUA
Compras coletivas movimentaram R$ 731 mi no 1º semestre

Groupon (que lidera o ranking de reclamações), Peixe Urbano, Pesca Coletiva e Privalia afirmam já ter entrado em contato com o órgão para assumir o compromisso. A Privalia, por sua vez, destacou que seu modelo de negócio é de clube de compras e não compras coletivas. Representantes de Caldeirão de Ofertas, ClickOn, Clube do Desconto e Tripz não foram localizados para comentar o assunto.

Sanções - De acordo com a assessora técnica do Procon-SP, Fátima Lemos, a entidade não pretende punir as empresas em um primeiro momento. "Não estamos aplicando nenhum tipo de sanção. A ideia é tentar uma harmonização com essas empresas, e elas têm nos procurado, sinalizando com melhorias", afirma.

Em relação ao aumento das vendas de final de ano, Fátima reitera que o órgão seguirá monitorando as empresas. "Se houver uma demanda alta de reclamações, o Procon vai agir", concluiu.

ranking de reclamações do Procon

 



(Com Agência Estado)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados