Mais Lidas

  1. Barraco na comissão do impeachment: 'Vamos falar lá fora, seu m...'

    Brasil

    Barraco na comissão do impeachment: 'Vamos falar lá fora, seu m...'

  2. Ursinho, fraldas e um chocalho de ouro: confira a lista de presentes da princesa Charlotte

    Mundo

    Ursinho, fraldas e um chocalho de ouro: confira a lista de...

  3. Brasil foi vítima de estelionato eleitoral, diz procurador do TCU

    Brasil

    Brasil foi vítima de estelionato eleitoral, diz procurador do TCU

  4. Anatel considera bloqueio desproporcional, e WhatsApp diz que 100 milhões de brasileiros foram punidos

    Vida Digital

    Anatel considera bloqueio desproporcional, e WhatsApp diz que 100...

  5. Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

    Brasil

    Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

  6. Jon Snow e o spoiler que todos já sabiam

    Entretenimento

    Jon Snow e o spoiler que todos já sabiam

  7. Moro transfere João Santana e ex-senador para presídio em Curitiba

    Brasil

    Moro transfere João Santana e ex-senador para presídio em Curitiba

  8. Desinteresse por sexo: isso é mais comum do que se imagina

    Saúde

    Desinteresse por sexo: isso é mais comum do que se imagina

Jovens viciados em internet têm risco maior de depressão

Segundo pesquisa, estudantes que usavam a internet irracionalmente correm duas vezes mais o risco de desenvolver a doença

- Atualizado em

Computador
(Thinkstock/VEJA)

Os adolescentes "viciados" em internet têm mais do que o dobro de chances de sofrerem depressão do que aqueles que navegam na rede de forma mais controlada, revela um estudo divulgado nesta segunda-feira nos Estados Unidos.

De acordo com o estudo publicado no Archives of Pedriatic and Adolescent Medicine, 1.041 adolescentes de Guangzhou, no sudeste da China, preencheram um questionário para identificar se acessavam a internet de forma patológica e se sofriam de ansiedade e depressão.

A grande maioria dos adolescentes --mais de 940-- utilizava a internet corretamente. Segundo o estudo, porém, 62 (6,2%) foram classificados como usuários de internet moderadamente patológicos, e 2 (0,2%) como "severamente patológicos".

Nove meses depois, a condição psicológica dos adolescentes voltou a ser avaliada e os pesquisadores descobriram que os estudantes que usavam a internet descontrolada ou irracionalmente tinham uma propensão duas vezes e meia maior de desenvolver uma depressão do que aqueles que acessavam a rede de maneira moderada.

(Com Agência France-Presse)

TAGs:
Vício
Computador