Saúde do coração

Comer chocolate todos os dias reduz risco de ataque cardíaco e AVC, diz pesquisa

Estudo indicou efeito protetor do chocolate amargo em pessoas com predisposição a doenças cardiovasculares

Pessoas com tendência a sofrerem eventos cardiovasculares podem ter o chocolate amargo como um aliado

Pessoas com tendência a sofrerem eventos cardiovasculares podem ter o chocolate amargo como um aliado (Jack Hollingsworth/Thinkstock)

Mais uma vez, um estudo indicou que o chocolate pode, sim, ter um efeito protetor na saúde. Segundo pesquisa publicada nesta sexta-feira no periódico British Medical Journal (BMJ), comer chocolate amargo todos os dias pode reduzir o risco de ataques cardíacos, derrames cerebrais e outros eventos cardiovasculares em pessoas com predisposição a doenças do coração.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: The effectiveness and cost effectiveness of dark chocolate consumption as prevention therapy in people at high risk of cardiovascular disease: best case scenario analysis using a Markov model

Onde foi divulgada: periódico British Medical Journal (BMJ).

Quem fez: Ella Zomer, Alice Owen, Dianna Magliano, Danny Liew e Christopher Reid

Instituição: Universidade de Melbourne, Austrália

Dados de amostragem: 2.013 pessoas com síndrome metabólica

Resultado: Comer chocolate amargo todos os dias reduz risco de AVC e ataque cardíaco em pessoas com predisposição a doenças cardiovasculares

Pesquisadores da Universidade de Melbourne, na Austrália, analisaram os efeitos do chocolate amargo — foram considerados amargos os chocolates com ao menos 60% de cacau em sua composição — na saúde de 2.013 pessoas com síndrome metabólica, um conjunto de fatores que predispõem um indivíduo a doenças cardiovasculares e diabetes. Para ser caracterizado como portador dessa síndrome, um paciente deve se enquadrar em três ou mais das seguintes características: hipertensão, açúcar elevado no sangue, excesso de gordura abdominal, baixo nível de bom colesterol e índices elevados de ácidos graxos. No caso dos participantes do estudo, todos tinham pressão alta, mas não apresentavam histórico de doença cardíaca ou diabetes.

Leia também:
Comer chocolate regularmente pode ajudar a emagrecer


Pesquisa comprova: chocolate faz bem ao coração

Após projetar os resultados a partir de cálculos matemáticos, os pesquisadores indicaram que o consumo regular de chocolate amargo ao longo de dez anos pode evitar 85 eventos cardiovasculares em 10.000 pessoas com síndrome metabólica — sendo quinze deles fatais. Os autores concluíram que o incentivo da ingestão diária do alimento poderia ser utilizada em campanhas de prevenção contra doenças cardíacas. No entanto, eles lembram que o efeito protetor do chocolate somente foi observado em relação ao chocolate amargo com pelo menos 60% de cacau, que é ricos em flavonoides, compostos com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. As conclusões não valem portanto, para outros tipos do doce.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados