Europa faz operação contra máfia italiana e prende 24

O grupo lavava dinheiro obtido com o narcotráfico através de um amplo esquema empresarial na Espanha, Itália, Alemanha, França e Portugal

As polícias de Espanha, Itália e Alemanha, em operação conjunta, prenderam 24 pessoas ligadas à máfia italiana.

A ação tinha como foco a Camorra, como é conhecido o violento grupo mafioso da região de Nápoles, responsável por negócios de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

 

A maioria das detenções na Espanha aconteceu em Barcelona, enquanto a operação na Itália teve como alvo a região de Nápoles.

De acordo com a Guarda Civil espanhola, o grupo lavava dinheiro obtido com o narcotráfico através de um amplo esquema empresarial na Espanha, Itália, Alemanha, França e Portugal.

Restaurantes, casas de apostas, empresas de aluguel de carros, lojas de compra e venda de ouro integravam o esquema criado para lavar o dinheiro da droga.

Camorra no Brasil

Em 2016, ex-chefe da Camorra que ficou 29 anos escondido no Brasil, o mafioso Pasquale Scotti foi para Itália. Depois de passar mais de nove meses preso no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, Scotti embarcou para Roma a partir do Rio de Janeiro. Réu confesso, foi condenado em 1991 à prisão perpétua por participação em 22 homicídios qualificados.