Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Neandertais podem ter sido os primeiros artistas rupestres

Arqueólogos encontraram pinturas com mais de 40.000 anos de idade em caverna no Norte da Espanha, possivelmente feitas por neandertais

Um estudo publicado nesta sexta-feira, na revista Science, traz informações sobre as pinturas rupestres mais antigas já identificadas, feitas há mais de 40.000 anos, possivelmente por neandertais, parentes próximos do homem moderno.

A pesquisa foi feita com 50 pinturas em 11 cavernas no Norte da Espanha. Até o momento, as pinturas encontradas na caverna de Chauvet, no Sul da França, eram as mais antigas: um estudo publicado no início de maio indica que elas foram feitas entre 28.000 e 40.000 anos atrás.

Saiba mais

NEANDERTAL

A Homo neanderthalensis é uma espécie extinta do gênero Homo, o mesmo dos humanos modernos, que viveu na Europa e em partes da Ásia entre 130.000 e 40.000 anos atrás. Os neandertais, que coexistiram com os Homo sapiens, receberam este nome porque a primeira ossada do homem pré-histórico foi encontrada em uma caverna no Vale de Neander, na Alemanha, em 1856. “Tal” significa “vale” em alemão.

HOMEM MODERNO

O Homo sapiens, espécie do homem moderno, surgiu na África há mais de 300 mil anos e começou a se expandir para a Europa há aproximadamente 40 mil anos.

Uma das figuras na caverna de El Castillo data de pelo menos 40.800 anos atrás, o que faz dela a arte rupestre mais antiga da Europa, segundo a equipe de pesquisadores. As imagens analisadas incluem discos vermelhos e o contorno de uma mão.

Ainda não é possível afirmar a autoria das pinturas, mas a possibilidade de que tenham sido feitas por neandertais anima os pesquisadores.

De acordo com os especialistas, já se sabia que eles também exercitavam o pensamento abstrato e faziam uso de símbolos. Eles enterravam os mortos, usavam objetos de adorno pessoal, pintavam os corpos com tintas minerais, usavam utensílios de osso e marfim com marcas decorativas abstratas e desenvolveram uma sofisticada tecnologia do fogo. “Assim, não é surpreendente que o neandertal seja o primeiro pintor rupestre da Europa”, afirmou o coautor do estudo, o arqueólogo português João Zilhão, pesquisador da Universidade de Barcelona.

Leia também:

Nove mitos e verdades sobre os neandertais

Enquanto ainda não se comprova se as descobertas na Espanha são realmente obra dos neandertais, outras possibilidades são estudadas, como a hipótese de que elas teriam sido realizadas com a chegada do homem moderno à Europa, cuja evidência mais antiga data de 41.500 anos atrás. O neandertal desapareceu da Terra por volta de 40.000 anos atrás.

(Com Agência France-Presse)