Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

GO: É grave estado de saúde do estudante agredido por policial

Mateus Ferreira da Silva sofreu traumatismo cranioencefálico e múltiplas fraturas

É grave o estado de saúde do estudante universitário Mateus Ferreira da Silva, 33 anos. Agredido por um policial militar durante manifestação no centro de Goiânia (GO), nesta sexta, Silva sofreu traumatismo cranioencefálico e múltiplas fraturas. Segundo o boletim médico que o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) divulgou na manhã deste sábado, o estudante está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sedado e respirando por aparelhos. Sua família é de Osasco, São Paulo, e deve chegar à capital goiana nesta tarde.

Silva participava das manifestações populares contra as reformas trabalhista e previdenciária propostas pelo governo federal e que tramitam no Congresso Nacional. No início da tarde, um princípio de tumulto resultou em confronto entre agentes da segurança pública e alguns manifestantes que passaram a lançar pedras e rojões contra os policiais.

Veja também

Um vídeo compartilhado nas redes sociais e divulgado por órgãos de imprensa locais registrou (a partir do 0:50 seg) o exato momento em que Silva foi atingido por um policial portando um cassetete. Mateus aparece correndo para fugir do tumulto que se vê ao fundo quando um policial militar o atinge na cabeça, empunhando o cassetete com as duas mãos.

Em nota, a Universidade Federal de Goiás (UFG) repudiou a violência contra o estudante de Ciências Sociais e cobrou das autoridades goianas a adequada apuração dos fatos e punição aos responsáveis.

Chefiada pelo ex-secretário nacional de Segurança Pública Ricardo Balestreri, um especialista na área de direitos humanos, a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás instaurou um procedimento investigatório para apurar a atuação policial, esclarecer se houve abusos e identificar os eventuais responsáveis.

(com agência Brasil)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Parabéns a Polícia Militar pela defesa dos cidadãos de bem e que estavam trabalhando.

    Curtir