Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Todo pirralho correndo no restaurante é uma esperança, diz Karnal

O historiador conta: 'Depois que vi aquele testemunho da morte de tantas crianças causada pela intolerância, minha relação com a agitação infantil mudou'

A internet já se dividiu duas vezes para discutir a presença de crianças em espaços públicos. Em um primeiro momento, no fim do ano passado, a apresentadora Raiza Costa foi  ‘apedrejada’ por defender restaurante com restrições à presença dos pequenos. Mais recentemente, um post na rede social do estabelecimento Underdog enfureceu mães ao sugerir, jocosamente, que os cães eram bem-vindos, enquanto os pimpolhos deveriam ser amarrados ao poste.

O historiador Leandro Karnal refletiu sobre o assunto e publicou um texto em sua página do Facebook. Nele, apresentou um motivo pungente para respirar fundo, ser paciente e agradecer quando o filho do ocupante da poltrona vizinha no avião, ou da mesa vizinha do restaurante, começar a correr, gritar, bagunçar ou fazer outras coisas típicas da infância.

Aconteceu quando ele visitou o Museu do Holocausto, em Jerusalém. “Antes de entrar no prédio principal fui ao memorial das crianças mortas (Yad Layeled). Em vez de muitos textos, um efeito sutil e impactante multiplicava um milhão e meio de velas em memória de um milhão e meio de crianças mortas”, escreve.

Das tragicômicas experiências com crianças à tocante visita ao memorial, ele conclui: “Desde aquele dia em Jerusalém eu prometi a mim mesmo que todo choro de criança, todo bebê que grita ou me impede a concentração é uma vela a menos naquele museu. Toda vida que se manifesta é uma biografia com horizonte e esperança. Todo pirralho correndo no restaurante está vivo.” Leia o texto na íntegra:

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Alex Cardozo

    Eu nao pago para ir num restaurante ser incomodado, não é playground.

    Curtir

  2. Aristides de Matos Moreira

    Que piegas esse Karnal…

    Curtir