Clique e assine a partir de 9,90/mês

Queda de Segovia mostra blindagem da PF

O colunista e cientista político Sérgio Praça analisa a demissão do diretor-geral da Polícia Federal Fernando Segovia

Por Da Redação - Atualizado em 10 dez 2018, 14h11 - Publicado em 2 mar 2018, 20h52

Em seu primeiro ato como novo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann demitiu o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia. Em seu lugar, entrou Rogério Galloro, preferido para assumir o cargo em novembro, quando Leandro Daiello pediu para sair após sete anos à frente do órgão.

Para o colunista de VEJA e cientista político Sérgio Praça, a queda de Segovia comprova a autonomia e a blindagem da PF conquistadas ao longo dos últimos anos.

Publicidade