Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Do Carandiru ao Ceará: o poder das facções

Organizações criminosas começaram a crescer após o massacre de 1992

Por Da Redação 6 fev 2019, 18h47
Foram cinco dias de trégua após as mais de 250 ações criminosas no Ceará. Mas fevereiro iniciou com um novo ataque: o incêndio de mais um veículo. Desta vez, um caminhão carregado de trigo em Fortaleza. Desde o dia 2 de janeiro de 2019, a onda de violência destruiu ônibus, prédios públicos e privados. A explicação para os crimes seria a necessidade de mostrar quem manda nos presídios: as facções.
Apesar de as primeiras organizações criminosas remeterem ao fim dos anos 1970, com o Comando Vermelho, no Rio de Janeiro, o modus operandi atual das facções só foi desenvolvido em 1993, após o massacre do Carandiru e com a popularização dos telefones celulares, a partir de 1999.
Publicidade