Clique e assine a partir de 9,90/mês

Os nerds dominaram o mundo. Devemos comemorar?

No dia 25/5 se celebrou o Dia do Orgulho Nerd (ou ainda Dia da Toalha). A Origem dos Bytes debate como a cultura de estudos, quadrinhos, games dominou tudo

Por Filipe Vilicic - Atualizado em 30 Maio 2018, 18h11 - Publicado em 30 Maio 2018, 18h05

Dia do Orgulho Nerd (ou Dia da Toalha, em referência ao já clássico O Guia do Mochileiro das Galáxias) foi criado, em homenagem à data de estreia do primeiro – na saga, na real, é o quarto – Star Wars (25 de maio de 1977), como forma de consolidar a cultura da ficção científica, dos quadrinhos, do RPG, de cards estilo Magic, dos videogames etc. Em outras palavras, para valorizar os nerds, frente aos valentões do mundo.

Porém, neste século XXI, a história se inverteu. Os gostos nerds – ficção científica, quadrinhosvideogames – dominaram o mundo. Por exemplo, oito dos dez maiores blockbusters do cinema são frutos dessa onda (no topo, o novo Vingadores).

No programa semanal A Origem dos Bytes, o editor (e nerd) Filipe Vilicic – também titular de blog homônimo – analisa como essa onda tomou o planeta. E será que viramos todos nerds? Deve-se comemorar?

Caso tenha ideias de temas, debates e entrevistados para o ‘A Origem dos Bytes’, envie-as por meio dos perfis públicos de Filipe Vilicic nas redes sociais (TwitterFacebook e Instagram ).

Continua após a publicidade

 

Publicidade