Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

O cinismo do ministro do desemprego

Miguel Rossetto bate o recorde da desfaçatez ao comentar a maior onda de demissões desde 1992. Acompanhe o comentário de Augusto Nunes.

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 18h01 - Publicado em 21 jan 2016, 17h15
Publicidade