Clique e assine a partir de 9,90/mês

Mercado de tablets quase dobra no segundo trimestre

Entre abril e junho, 13,6 milhões de unidades chegaram a lojas de todo o mundo

Por Da Redação - 14 set 2011, 17h02

O setor de tablets passa por um ótimo momento, de acordo com dados de um estudo publicado nesta quarta-feira pelo instituto IDC – especializado em análise de mercado. O documento aponta que, só no segundo trimestre de 2011, 13,6 milhões de dispositivos chegaram aos pontos de distribuição ao redor do mundo, o que representa um aumento de 88,9% em relação ao primeiro trimestre do ano.

Se comparado com o mesmo período de 2010, o crescimento é ainda mais impressionante: 303,8%. Apesar do desempenho claramente positivo da indústria, é importante lembrar que muitas companhias só começaram a lançar seus produtos no começo de 2011, quando existiam poucas opções além do iPad.

O produto da Apple, aliás, é responsável 68,3% da conta do trimestre. Já os aparelhos com o sistema Android, do Google, ficam em segundo lugar, com 26,8%, enquanto o Playbook, da RIM, representa 4,9% do total de itens.

Até o fim do ano, o IDC acredita que cerca de 65 milhões de tablets devem chegar às lojas – previsão que supera a expectativa anterior, de 53 milhões de unidades. Já o mercado de computadores pessoais está experimentando um ritmo mais lento de crescimento, de acordo com os analistas. A previsão de crescimento para 2011 é de apenas 2,9% em relação a 2010, o que demonstra o maior interesse dos consumidores em dispositivos móveis, incluindo os smartphones.

Continua após a publicidade

“Passada a empolgação dos usuários com os notebooks, a indústria de PCs começou a lutar para chamar a atenção dos compradores. Ela acabou perdendo espaço para smartphones e tablets”, afirmou Jay Chou, analista do IDC.

Publicidade