Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

OMS alerta para nova onda de Covid-19 na Europa

Diretor da organização pede reflexão sobre o exemplo europeu para o resto do mundo. O continente voltou a ser o epicentro da doença

Por Simone Blanes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 10 nov 2021, 09h17 - Publicado em 9 nov 2021, 17h05

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou hoje, terça-feira,11, para a nova onda de Covid-19 na Europa. Segundo a entidade, o fato de o continente ter voltado a ser o epicentro da doença deve servir como um aviso para o resto do mundo. “Basta olhar para a curva epidemiológica da montanha-russa para saber que, quando se desce a montanha, geralmente se está prestes a subir outra”, disse Mike Ryan, diretor executivo do Programa de Emergências de Saúde do órgão. Segundo ele, é importante refletir sobre o exemplo da Europa, que representou mais da metade dos casos globais na semana passada. “Mas essa tendência pode mudar”, completou.

No começo de novembro, o mundo ultrapassou 5 milhões de mortes desde o início da pandemia em março de 2020: “um novo limiar doloroso”, declarou António Guterres, secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU). O que ocorre é que mesmo com a vacinação avançando pelo mundo, a circulação do vírus continua. E locais como países europeus que não tiveram boa adesão à vacina enfrentam novos surtos que tendem a se disseminar.

A preocupação agora é com a proximidade do inverno, estação favorável à propagação de vírus respiratórios, incluindo o SARS-CoV-2. Por isso, o aumento da vigilância está na pauta dos governos europeus, que já se preparam para retomar as medidas sanitárias restritivas contra o coronavírus.

Na França, o presidente Emmanuel Macron ordenou a aplicação da dose de reforço da vacina aos franceses. Desde o mês passado, o país registra um crescimento das infecções, com taxa de incidência de 62 casos por 100 mil habitantes, ou seja, acima do limite de alerta. Na sexta-feira 5, o parlamento francês aprovou a prorrogação do passaporte sanitário até 31 de julho.

Na Alemanha, os esforços são para conter a transmissão, principalmente da variante delta, altamente contagiosa. De acordo com o ministro da Saúde alemão Jens Spahn, todos os cidadãos no país poderão tomar a terceira dose do imunizante contra a Covid-1 seis meses após a aplicação da segunda dose. Na segunda-feira 8, o índice de infecção diária na Alemanha subiu para 201,1 casos por 100 mil pessoas, o maior desde o começo da pandemia.

Continua após a publicidade

Países do leste europeu como a Romênia e a Bulgária enfrentam situações mais complicadas. Com uma cobertura vacinal muito baixa, apenas 40% e 27% da população adulta, respectivamente, vêem seus números crescerem exponencialmente. Novos casos também bateram recordes na Rússia, Ucrânia e Grécia.

O Reino Unido, mesmo com aumento das mortes em 8,2%, não pensa em impor lockdown no inverno e tampouco restituir as medidas sanitárias de contenção como o uso de máscara e os passes de vacina. Mas divulgam a importância da dose de reforço da vacina.

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.