Clique e assine com até 92% de desconto

Hospital de Campanha do Ibirapuera, em SP, dá alta ao último paciente

Aberto em 1º de maio, o endereço atendeu mais de 3 mil pessoas

Por Da Redação 26 set 2020, 18h30

Com 35.063 mortes por Covid-19 e 970.888 pessoas infectadas pela doença causada pelo novo coronavírus desde março, o estado de São Paulo encerrou neste sábado, 26, as atividades do Hospital de Campanha do Ibirapuera.

A data foi marcada por celebração para homenagear pacientes e profissionais que estiveram na linha de frente do combate à doença. O hospital estava em funcionamento desde 1º de maio e foram atendidos 3.189 pacientes até este sábado. Os equipamentos serão doados para entidades assistenciais e para unidades de saúde pública.

ASSINE VEJA

A ameaça das redes sociais Em VEJA desta semana: os riscos dos gigantes de tecnologia para a saúde mental e a democracia. E mais: Michelle Bolsonaro vai ao ataque
Clique e Assine

Cada profissional que atuou no local saiu da estrutura hospitalar com uma medalha, com a frase “Você fez a diferença. Nossa força vem da união”, carregando balões nas cores azul e branca. As bexigas foram lançadas ao ar para representar e homenagear as vidas salvas no hospital.

Além disso, a primeira paciente internada por lá, Aparecida Andreza Silva Viana, esteve presente para acompanhar a saída do último paciente, Iray Fernandes. Ambos são moradores da Grande São Paulo.

Boletim do estado

O Estado de São Paulo registra até este sábado o acumulado de 35.063 óbitos e 970.888 casos confirmados do novo coronavírus. Entre o total de casos diagnosticados com Covid-19, 823.720 estão recuperados, sendo que 106.044 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 44,8% na Grande São Paulo e 45,9% no estado. O número de pacientes internados é de 8.932, sendo 5.052 em enfermaria e 3.880 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 11h deste sábado.

(Com Agência Brasil)

Continua após a publicidade
Publicidade