Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Brasil completa setembro com 72% da população com ao menos 1 dose

Nos 30 dias deste mês, mais de 45 milhões de injeções contra Covid-19 foram administradas no país, o que equivale a uma média de 1,5 milhão de doses por dia

Por Giulia Vidale Atualizado em 30 set 2021, 19h45 - Publicado em 30 set 2021, 19h13

O Brasil completou o mês de setembro com 147,2 milhões de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a Covid-19 e 91,7 milhões de brasileiros totalmente imunizados. Isso significa que 71,86% da população está, ao menos parcialmente vacinada contra o novo coronavírus e 43,16% completaram o esquema de imunização.

Essa taxa coloca o país em 38º lugar no ranking de países com a maior taxa da população com ao menos uma dose e em 79º na taxa de habitantes totalmente imunizados, segundo dados compilados pela Bloomberg. Em número absolutos de doses aplicadas e na média diária de vacinas administradas, o Brasil está na quarta posição.

Atualmente, a campanha de imunização já tem como público-alvo adolescentes de 12 a 17 anos, além da aplicação da dose de reforço em idosos e pessoas com imunossupressão. Em breve, profissionais de saúde que completaram a vacinação há mais de seis meses também serão contemplados.

LEIA TAMBÉM: Covid-19: quando vem a imunidade coletiva?

Nos 30 dias do mês de setembro, 45,3 milhões de injeções contra Covid-19 foram administradas no país, o que equivale a uma média de 1,5 milhão de doses por dia. O ritmo é cerca de 8% menor do que em agosto, quando diariamente cerca de 1,6 milhão brasileiros receberam agulhadas.

No último mês, 45,7 milhões de pessoas receberam a primeira dose, 109.987 brasileiros foram imunizados com a injeção da Janssen, 48,9 milhões de pessoas receberam a segunda dose e 985.460 a terceira injeção.

A projeção do Ministério da Saúde para o mês de setembro era receber 66,7 milhões de vacinas contra Covid-19, sendo 15,3 milhões de Oxford-AstraZeneca fornecidas pela Fiocruz; 7,1 milhões de doses da CoronaVac, entregues pelo Instituto Butantan; 3,9 milhões de doses da CoronaVac fornecidas pelo consórcio internacional Covax Facility e 40,3 milhões de doses da Pfizer-BioNTech. Ainda não há previsão de recebimento para o mês de outubro especificamente. Para o último trimestre, de outubro a dezembro, a pasta espera receber 305,5 milhões de doses entre imunizantes da Fiocruz, Butantan, Covax, Pfizer e Janssen.

Confira o avanço da vacinação no Brasil:

Continua após a publicidade

Publicidade