Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Um sopro de renovação: os dez anos do pontificado do papa Francisco

O argentino Jorge Mario Bergoglio, de 86 anos, não pavimentou revoluções, mas provocou ruídos como havia muito não se via

Por Fábio Altman Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 17 mar 2023, 10h23 - Publicado em 17 mar 2023, 06h00

Os dez anos do pontificado do papa Francisco, completados na segunda-feira 13 e marcados pelas orações do Angelus, a missa dos domingos no Vaticano, marcam um período de relevância histórica da Igreja Católica — sobretudo para uma instituição cujos movimentos são lentíssimos, atrelados a dogmas. O argentino Jorge Mario Bergoglio, de 86 anos, não pavimentou revoluções, e não é disso que se trata, mas provocou ruídos como havia muito não se via, talvez desde o Concílio Vaticano II, promovido por João XXIII nos anos 1960. O sumo pontífice deu as mãos ao sentimento atual de defesa inegociável do meio ambiente e buliu com aspectos comportamentais do cotidiano. Na encíclica Laudato Si’, condenou o antropocentrismo moderno, que considera o ser humano senhor absoluto da natureza. Corajoso, disse em entrevista que ser “homossexual não é crime”, embora possa “ser pecado”. Resumiu o vaticanista Marco Politi: “Ele acabou com a demonização da homossexualidade, com os debates sobre relações extraconjugais ou sobre contraceptivos (…) tudo isso saiu da primeira página”. Que bom. Seguir a toada do jesuíta Francisco é também acompanhar as dificuldades do cotidiano de um homem com evidentes problemas de saúde. Acometido de fortes dores nos joelhos, muitas vezes aparece em cadeira de rodas. A um só tempo objetivo e enigmático, a seu modo, chegou a admitir a renúncia. “O cansaço não te faz ver as coisas com clareza”, disse na semana passada. Salve a sinceridade de Francisco.

Publicado em VEJA de 22 de março de 2023, edição nº 2833


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.