Clique e assine a partir de 9,90/mês

Renan se reúne com Dilma e promete aprovar ajuste fiscal

Por Da Redação - 18 mar 2015, 15h27

Embora tenha deixado clara sua insatisfação com o governo da presidente Dilma Rousseff ao longo das últimas semanas, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), aceitou nesta quarta-feira o convite da petista para uma reunião no Palácio da Alvorada. Depois do encontro, sinalizou que vai dar aval às propostas impopulares de ajuste fiscal, alvo de resistência entre os parlamentares da base. “Apesar de, pessoalmente, ter divergências na condução política e no ajuste fiscal como um fim em si mesmo, o Congresso Nacional, institucionalmente, vai cumprir seu papel com o propósito de retomar o crescimento da economia, a confiança e segurança jurídica, criar alternativas e aperfeiçoar a legislação”, disse, por meio de nota. O aceno se dá na sequência de uma série de demonstrações de irritação do peemedebista com o Planalto: nos últimos dias, Renan já se recusou a comparecer a um jantar com Dilma, devolveu uma medida provisória encaminhada pelo Executivo, chamou a coalizão de Dilma de capenga e ainda afirmou que “faltou protagonismo” do PT e do governo para aprovar a reforma política. (Marcela Mattos, de Brasília)

Publicidade