Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Quem é a evangélica ‘pop’ que se tornou estrela na campanha de Lula

Vereadora Aava Santiago é vista como 'estrela em ascensão' pelo núcleo petista ao dialogar com público crente

Por Laísa Dall'Agnol Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
22 out 2022, 14h25

Em meio a um batalhão de lideranças evangélicas presentes no encontro de Luiz Inácio Lula da Silva com o segmento na última quarta-feira, 19, em São Paulo, um nome — até recentemente pouco conhecido — teve destaque.

Com um discurso fortemente centrado no “sequestro da fé” promovido por Jair Bolsonaro, a vereadora de Goiânia Aava Santiago (PSDB), de 33 anos, foi uma lideranças mais aplaudidas e, nos bastidores da campanha petista, já é vista como uma “estrela em ascensão” — e peça-chave para o diálogo com o eleitorado evangélico.

Integrante da Assembleia de Deus, com interlocução com o público jovem e bastante ativa nas redes sociais — onde usa e abusa de vídeos, memes e linguagem descontraída ao falar sobre política e religião –, Aava participou do lançamento da “Carta-compromisso com os Evangélicos” de Lula ao lado de nomes como a deputada eleita Marina Silva (Rede-SP), a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), a deputada Benedita da Silva (PT-RJ) e o pastor e deputado eleito Henrique Vieira (PSOL-RJ).

“Presenciamos a nossa fé sendo vilipendiada em nome de supostos valores cristãos. Sou da Assembleia de Deus (…) e somos uma maioria de pretos, pobres, pentecostais, periféricos. Dentro das igrejas, estão dizendo que o senhor (Lula) persegue os nossos valores. Pois eu digo que uma igreja que depende do Estado para defender seus valores é uma igreja fraca”, afirmou. “Faço um apelo as minhas irmãs e irmãos: não permitam o sequestro da nossa fé. Nós já nos convertemos a Jesus, não temos que nos converter ao Bolsonaro”, encerrou a sua fala, sob fortes aplausos.

Aava, que é socióloga e presidente do PSDB goianiense, já havia declarado apoio a Lula no primeiro turno e, nas últimas semanas, conseguiu o endosso do diretório municipal à candidatura petista. A vereadora ganhou um “boom” de visibilidade quando viralizou nas redes um vídeo seu no qual critica declarações da ex-ministra Damares Alves, que, em visita a Goiânia, denunciou supostos casos de exploração infantil — mas sem provas.

Continua após a publicidade

Mais recentemente, voltou a bombar na internet com outro vídeo. Na gravação, responde a uma militante bolsonarista que invadiu um evento do PT em Goiânia para criticar o apoio de Aava, enquanto evangélica, a Lula. A vereadora rebateu que, durante os governos do ex-presidente, não houve perseguição religiosa e que, inclusive, líderes evangélicos ganharam ampla projeção.

As críticas ferrenhas a Bolsonaro e a defesa aguerrida de Lula promovidos pela vereadora tucana brilharam aos olhos da campanha petista, que tenta ampliar a penetração no território evangélico, majoritariamente bolsonarista. Segundo o último Datafolha, o atual presidente tem 66% entre o público, contra 28% de Lula.

Na campanha deste ano, Aava tentou se eleger deputada federal por Goiás, mas não conseguiu: teve 13.387 voto e ficou em 37º lugar no estado, que tem apenas 17 vagas na Câmara.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.