Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Líderes do PCdoB já discutem substituto para Orlando Silva

Abertura de inquérito no STF foi a gota d´água para a saída do ministro. Ele deve entregar carta de demissão à presidente Dilma Rousseff nesta tarde

A bancada de deputados e senadores do PCdoB estão reunidos na sala da liderança do partido na Câmara dos Deputados para discutir a substituição de Orlando Silva. O destino do ministro do Esporte foi selado em reunião dele com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, na manhã desta quarta-feira. Conforme noticiou a coluna Radar on-line, Silva está fora e será substituído por outro comunista. De acordo com a assessoria de imprensa do ministério, Orlando Silva iria à Câmara para participar da reunião com os colegas de partido e, em seguida, concederia uma coletiva de imprensa. O ministro, no entanto, parece ter outros planos para este início de tarde. E tenta fugir da realidade. Pouco antes das 14 horas, ele publicou no Twitter: “Hoje meu almoço é especial, com dona Vanda, minha mãe, aniversariante. E ela veio da Bahia só para isso. Mulher guerreira, grande exemplo.” São cotados para a substituição o deputado federal Aldo Rebelo (SP), relator do Código Florestal, a deputada federal e ex-prefeita de Olinda Luciana Santos (PE) e o presidente da Embratur, Flávio Dino. Existe a possibilidade ainda de o secretário-executivo do ministério, Waldemar Manoel Silva de Souza, do PCdoB do Rio de Janeiro, assumir o posto interinamente. “Neste momento, temos de discutir a segurança institucional do ministério”, disse a deputada federal do PCdoB Vanessa Grazziotin (AM). Gota d´água – A situação de Orlando Silva se complicou depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira abrir inquérito para investigar os desvios cometidos pelo ministro. Até então, Silva vinha tentando responder às acusações e se dizia “indestrutível”. A presidente Dilma Rousseff ainda não conversou hoje com Orlando Silva, nem pelo telefone. Eles devem se encontrar pessoalmente ainda nesta quarta, por volta das 15 horas, para que Silva entregue a ela sua carta de demissão. Enquanto o ministro era recebido por Gilberto Carvalho no Planalto, pela manhã, Dilma participava da cerimônia em comemoração ao Dia da Aeronáutica, na Base Aérea de Brasília.