Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Genial/Quaest: aprovação do governo Lula parou de cair

Levantamento foi feito em SP, MG, GO e PR -- estados onde mais de 40% dos entrevistados avaliam que a economia piorou no último ano

Por Ricardo Chapola
Atualizado em 8 Maio 2024, 13h23 - Publicado em 11 abr 2024, 08h01

Uma pesquisa realizada pela Genial/Quaest revela que a aprovação ao governo Lula se manteve estável nos últimos trinta dias. O levantamento, feito entre os dias 4 e 7 de abril, mostra que a aprovação da gestão petista se manteve em 51% – o mesmo índice apresentado na pesquisa anterior. Em agosto de 2023, a aprovação do governo batia em  60%.

A Genial/Quaest realizou a pesquisa em quatro estados: São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Goiás. Ao todo, foram feitas 5.410 entrevistas. A margem de erro varia de região para região. Em São Paulo, é de 2,4 pontos porcentuais. Em Minas, de 2,5 pontos porcentuais. No Paraná e em Goiás, a margem de erro é de 2,9 pontos.

A aprovação do governo, de acordo com a pesquisa, apresenta um melhor desempenho nos dois estados do Sudeste. Em São Paulo, 50% dos entrevistados aprovam a gestão. Em Minas, o índice é de 52%. Já a taxa de reprovação é maior em Goiás (50%) e no Paraná (54%).

Os entrevistados foram instados a classificar a gestão do presidente da República entre positivo, regular ou negativo: 35% dos entrevistados avaliaram positivamente; 34% consideram o desempenho do governo como negativo; e 28% disseram ser regular.

Continua após a publicidade

Os números oscilam de estado para estado. Em SP, a avaliação positiva do governo Lula é de 32%, enquanto a negativa é de 37%. Em Minas, 34% dos entrevistados consideram positivo o governo do petista. Já para 35% dos mineiros, a gestão é negativa. Os paranaenses são os mais críticos: 41% classificaram o governo Lula como negativo. Em Goiás, são 40%.

Avaliação sobre a economia

A pesquisa também mediu o nível de satisfação dos brasileiros em relação à economia do país. Para 42% dos paulistas ouvidos pela Genial/Quaest, a economia piorou nos últimos doze meses. Em Minas, 45% dos entrevistados também consideraram que houve piora, assim como em Goiás. O maior índice foi registrado no Paraná, onde 49% dos entrevistados afirmam que a economia não foi bem no último ano.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.