Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

De coadjuvantes a protagonistas, o último round do primeiro turno

Ainda assim, polarização esteve presente desde o início do debate; mesmo quando a pergunta era entre os candidatos sem chance de chegar ao segundo turno

Por Maiá Menezes
Atualizado em 30 set 2022, 07h19 - Publicado em 30 set 2022, 01h07

O presidente Jair Bolsonaro e os quatro candidatos que estavam no debate desta quinta-feira, 30, da TV Globo puseram o ex-presidente Lula em sua mira. Entre os dois primeiros colocados, os ataques foram intensos, com sete direitos de resposta concedidos aos dois já no primeiro bloco. Mas o que chamou atenção no último debate do primeiro turno foi o protagonismo dos candidatos que patinam nas pesquisas. Padre Kelmon (PTB), Soraya Thronicke (União Brasil), Simone Tebet (MDB) e Felipe D’Avila (Novo) apareceram mais do que os principais adversários.

Em momento decisivo quando Lula apresenta ligeira vantagem sobre o presidente – que pode levar o pleito nacional a se encerrar no próximo domingo 2, Bolsonaro chamou Lula de “ex-presidiário”  e “mentiroso”. Lula devolveu também em tom agressivo, sempre pedindo desculpas pelo nível do debate.

O momento de maior irritação do ex-presidente, no entanto, foi com o candidato Padre Kelmon, que fez perguntas sobre sua prisão e sobre as condenações sobre corrupção. Foi a hora em que o apresentador William Bonner desligou os microfones. Outro momento tenso foi quando Soraya chamou Kelmon de falso padre.  Lula afirmou que o adversário estava “fantasiado de padre”. Até o quarto bloco, Lula não teve chance de perguntar a Bolsonaro.

A chuva no Rio atrapalhou a existência da tradicional claque, na entrada do Projac, em Curicica, na Zona Oeste do Rio.  Havia cerca de trinta militantes petistas no acesso á entrada para os estúdios da TV Globo. Os candidatos debateram sem plateia e com o direito apenas dois assessores por intervalo para orientá-los. Para a emissora, foram autorizados a levar dez, que ficaram em seus camarins. Uma plateia com dezenas de repórteres brasileiros e internacionais assstia ao embate em TVs instaladas longe do estúdio.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.