Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Chefe da PF pode deixar cargo após ação contra ex-estagiária do STF

Delegado Hugo de Barros Correia não teria avisado direção-geral da corporação sobre operação contra Tatiana Marques de Oliveira Garcia Bressan

Por Cássio Bruno 8 out 2021, 09h48

O superintendente da Polícia Federal no Distrito Federal, delegado Hugo de Barros Correia, pode ser exonerado do cargo nos próximos dias. VEJA apurou que o motivo para a possível saída dele do cargo é porque Correia não teria avisado à direção-geral da PF sobre a operação realizada na última quinta-feira, 7, contra Tatiana Marques de Oliveira Garcia Bressan. Ela é suspeita de ter atuado como informante do blogueiro bolsonarista Allan do Santos quando estagiava no gabinete do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo fontes da própria PF, a ação que mirou Tatiana foi a gota d’água para que a crise na Superintendência iniciasse. A cúpula da corporação já estava insatisfeita com o delegado desde maio deste ano. À época, o ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi alvo de uma operação junto com o então presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Eduardo Bim, que investigava a exportação ilegal de madeira. Neste caso, Correia também não teria informado aos seus superiores sobre a operação.

O depoimento de Tatiana na sede da PF, em Brasília, durou cerca de duas horas. A ex-estagiária negou que fosse informante de Allan dos Santos e disse que o conhecia apenas por meio das redes sociais e encontros casuais. O blogueiro é investigado no inquérito que apura ameaças a ministros do STF e a disseminação de fake news. A PF cumpriu ainda um mandado de busca e apreensão expedido pelo ministro do STF, Alexandre de Moraes, em um dos endereços de Tatiana.


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.