Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Tensão com Eriksen marca vitória da Finlândia contra a Dinamarca

Meia precisou ser retirado de campo após desmaiar e ser reanimado; finlandeses venceram em sua primeira partida na história da Eurocopa

Por Da Redação 12 jun 2021, 16h30

Drama, alívio e celebração: assim poderia ser resumido o confronto, que ficará marcado na história, entre Dinamarca e Finlândia em partida válida pela Eurocopa, neste sábado, 12, no estádio Parken, em Copenhague. Mais do que o resultado final, que decretou a vitória por 1 a 0 dos finlandeses em sua primeira partida na história na competição, a partida marcou um drama envolvendo o meia Christian Eriksen, 29 anos, da seleção dinamarquesa.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

Na reta final da primeira etapa, aos 42 minutos, o jogador caiu desacordado e precisou passar por reanimação, cerca de oito minutos de massagem cardíaca, ainda em campo. Os momentos de tensão contaram com os jogadores da seleção dinamarquesa formando uma roda em volta do jogador e bloqueando a cena, enquanto os médicos ajudavam.

Durante esse mesmo período, a esposa de Eriksen, Sabrina Kvist Jensen, entrou no gramado e, em lágrimas, foi amparada pelo goleiro Schmeichel e pelo capitão do time, Kjaer.

Na saída de campo, foi possível ver o atleta saindo, deitado em uma maca, com os olhos abertos e com um balão de oxigênio. O alívio veio minutos depois, quando a UEFA e a Federação Dinamarquesa de Futebol, confirmaram que Eriksen já estava em estado estável em um hospital local.

Com as torcidas ainda no estádio, por pedido da organização, a notícia foi celebrada de maneira colaborativa: enquanto os torcedores finlandeses gritavam Christian, os dinamarqueses respondiam Eriksen. Pelas redes sociais, seleções e clubes manifestaram apoio ao atleta.

A partida, que estava suspensa, foi remarcada para meia hora depois ainda neste sábado. Em nota, a UEFA, disse que a retomada da partida foi um pedido dos próprios jogadores. A Federação Dinamarquesa de Futebol afirmou que o atleta, que atua pela Inter de Milão, da Itália, chegou a conversar do hospital com colegas de equipe e pediu a retomada do jogo. Apenas com a certeza que o jogador estava bem, a partida foi retomada.

No jogo, a Finlândia marcou o seu primeiro gol aos 14 minutos do segundo tempo. Pohjanpalo recebeu um cruzamento da esquerda e cabeceou firme entre dois marcadores. A comemoração foi discreta, principalmente pela situação ocorrida com Eriksen.

Na melhor oportunidade de empatar, aos 28 minutos, a Dinamarca perdeu um pênalti. Holbjerg cobrou a penalidade e o goleiro Hradecky defendeu sem dar rebote. Assim, a Finlândia venceu em sua estreia em uma Eurocopa.

Continua após a publicidade
Publicidade