Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataque se entende e Brasil vence Áustria no último ensaio para a Copa

Com gols de Gabriel Jesus, Neymar e Coutinho, seleção brasileira encerrou boa sequência da Áustria, em Viena, a uma semana da estreia na Rússia

Luiz Felipe Castro, de Viena

A seleção brasileira passou bem no último teste antes da Copa do Mundo da Rússia. Com boa atuação do novo quarteto de ataque, o Brasil venceu a Áustria por 3 a 0, no estádio Ernst Happel, em Viena, na tarde deste domingo. Neymar, Gabriel Jesus e Philippe Coutinho marcaram os gols do amistoso, a uma semana da estreia do Brasil no Mundial, contra a Suíça, em Rostov.

Tabela completa de jogos da Copa do Mundo 2018

Neymar fez sua primeira partida como titular desde que fraturou um osso do pé atuando pelo Paris Saint-Germain em fevereiro e entrou no lugar de Fernandinho, assim como ocorreu no segundo tempo da vitória contra a Croácia, há uma semana. A formação mais ofensiva proposta por Tite, com Coutinho centralizado, Neymar e Willian pelas pontas e Gabriel Jesus no comando do ataque funcionou e animou até mesmo a torcida austríaca – 48.500 pessoas lotaram o Ernst Happel e vibraram com as jogadas de efeito dos dois times, em clima bastante amistoso.

Gabriel Jesus retoma a confiança

Antes de a bola rolar, Maria Esther Bueno, a lenda do tênis brasileiro que morreu na última sexta aos 78 anos, foi homenageada no telão do estádio – a federação austríaca, no entanto, não autorizou o minuto de silêncio proposto pela CBF. Nos início, o Brasil teve certa dificuldade. As primeiras chances vieram em chutes de fora da área de Casemiro, Neymar e Philippe Coutinho. Aos poucos, o time melhorou o ritmo de troca de passes e conseguiu entrar mais na área adversária.

Neymar se apresentou para o jogo desde o início. Depois de levar algumas faltas, se irritou e tentou devolver com dribles e jogadas de efeito, mas exagerou na dose. Ainda assim, se associou bem com Coutinho e Marcelo e levou perigo em algumas jogadas. A Áustria, que não se classificou à Copa do Mundo da Rússia, mas vinha de quatro vitórias consecutivas, incluindo uma contra a seleção alemã, também assustou em chutes de Alessandro Schopf e Marko Arnautovic.

Gabriel Jesus comemora após marcar gol durante partida amistosa entre Brasil e Áustria, realizada em Viena -10/06/2018

Gabriel Jesus comemora após marcar gol durante partida amistosa entre Brasil e Áustria, realizada em Viena -10/06/2018 (Heinz-Peter Bader/Reuters)

O Brasil marcou o primeiro em uma jogada confusa. Após chute forte de Marcelo, a bola acertou Sebastian Prodl e sobrou para Gabriel Jesus, que finalizou bem e teve seu esforço premiado com um gol. A Áustria reclamou de impedimento, considerando que o toque do defensor não originou uma nova jogada. O lance dividiu ex-árbitros que hoje comentam na TV brasileira. Diferente do que ocorrerá na Copa, o amistoso não utilizou VAR (árbitro assistente de vídeo, na sigla em inglês).

Show no segundo tempo

A Áustria, que segundo a comissão de Tite atua de forma muito semelhante à Costa Rica, segundo adversário na Copa, com cinco jogadores na última linha de defesa, se abriu mais no segundo tempo e o Brasil definiu o jogo com a qualidade de seus jogadores de frente.

Primeiro, Willian serviu Neymar, que com enorme frieza e tranquilidade, driblou o defensor e tocou por entre as pernas do goleiro Lindner. O camisa 10 se tornou o quarto maior artilheiro da história da seleção, com 55 gols, empatado com Romário. Depois, foi a vez de Coutinho marcar, com um belo toque no canto. O meia do Barcelona ainda acertou uma bola no travessão, deu belos passes e foi o melhor em campo. Mérito também para Tite, que bancou a formação mais ofensiva.

O treinador gaúcho, que não teve à disposição Fred e Renato Augusto, ainda se recuperando de lesão, ainda pôde testar Marquinhos, Fernandinho, Filípe Luís, Roberto Firmino e Taison no segundo tempo. O time viaja nesta noite para Sochi, no sul da Rússia, que será seu quartel-general na primeira fase da Copa.

 

Narração Minuto a Minuto