Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Reviravolta: técnico do Independiente decide ficar no clube

Ariel Holán havia pedido demissão há três dias, por causa de ameaças de torcidas organizadas, mas acabou renovando seu contrato

Por Da Redação 23 dez 2017, 19h26

Apenas três dias depois de ter anunciado sua saída do Independiente, por causa de ameaças de torcidas organizadas do clube, o técnico Ariel Holán decidiu permanecer no clube argentino, atual campeão da Copa Sul-Americana. O próprio Independiente divulgou neste sábado (23) fotos do técnico em suas redes sociais, assinando a renovação do contrato, acompanhado da mensagem “Holán não vai embora”.

Na última quarta-feira, Holán publicou uma carta, na qual explicava as razões pelas quais estava se demitindo do Independiente, apenas uma semana após a conquista da Copa Sul-Americana, no empate em 1 a 1 contra o Flamengo. Segundo o treinador, ele vinha sofrendo extorsão de integrantes das organizadas (“barra bravas”, como são conhecidas na Argentina), que exigiam dinheiro do treinador. As tentativas de extorsão teriam sido lideradas por Pablo Álvarez, conhecido também como Bebote. Com medo pela segurança de sua família, ele decidiu entregar o cargo.

  • A permanência de Ariel Holán será um reforço considerável para o Independiente na disputa da próxima Copa Libertadores, que terá o time argentino no Grupo 7, tendo como principal rival o Corinthians, atual campeão brasileiro.

    Continua após a publicidade
    Publicidade