Clique e assine a partir de 9,90/mês

Paulistão: Cássio supera Diego Souza e Corinthians chega à final

Final será contra o maior rival Palmeiras. Será a quinta decisão de estadual entre as duas equipes, em um tira-teima

Por Da redação - Atualizado em 29 mar 2018, 00h47 - Publicado em 29 mar 2018, 00h14

Maior campeão do Campeonato Paulista com 28 conquistas, o Corinthians volta à final do torneio após vencer nesta quarta-feira o São Paulo por 1 a 0 no tempo normal e por 5 a 4 nos pênaltis, em sua Arena. O gol da vitória corintiana no tempo normal veio aos 47 do segundo tempo, em cabeçada de Rodriguinho. Nos pênaltis, Cássio parou as cobranças de Diego Souza e Liziero.

A decisão do título será contra o Palmeiras, a primeira entre os rivais desde 1999, quando a equipe alvinegra conquistou o Estadual em partida marcada pelas embaixadinhas de Edílson.

O jogo

A partida começou nervosa. Com oito minutos, Tréllez carregava a bola no campo de ataque, mas deixou sair pela lateral. O atacante deu sequência à jogada e foi derrubado por Pedro Henrique e se desentendeu com Gabriel. Jogadores dos dois times iniciaram uma discussão, mas nenhum cartão foi aplicado. Apesar de jogadas violentas e muitas faltas no primeiro tempo, o primeiro amarelo foi aplicado aos 35 minutos, para o lateral esquerdo Reinaldo, do São Paulo, após falta em Fágner. O segundo foi para o outro lateral do São Paulo, Éder Militão, aos 43.

Apesar da vantagem no agregado, o São Paulo teve as melhores chances do primeiro tempo, que terminou sem gols. Aos 40, Tréllez saiu de frente com Cássio, que ganhou na bola dividida, na entrada da área. Aos 44, Éder Militão arriscou um chute da direita, defendido pelo goleiro corintiano.

Continua após a publicidade

No segundo tempo, o Corinthians pressionou o São Paulo, que jogou nos contra-ataques. Aos 47, Clayson cobrou escanteio pela direita e Rodriguinho, de cabeça, fez o gol da vitória corintiana. A decisão foi para os pênaltis. Cássio defendeu os pênaltis de Diego Souza e Liziero e garantiu o time mandante na final, com triunfo de 5 a 4. Diego Souza e Cássio já havia sido protagonistas na partida quartas de final da Libertadores de 2012, entre os paulistas e Vasco, em que o meia teve chance de fazer o gol da classificação vascaína, mas parou no goleiro.

Corinthians e Palmeiras farão a final do torneio pela 5ª vez. O Palmeiras venceu as primeiras, em 1974 e 1993, mas perdeu em 1995 e 1999, quando o jogo não terminou por causa de uma briga generalizada após Edílson fazer embaixadinhas no fim do segundo jogo. A primeira partida acontece neste sábado, às 16h30 (de Brasília) na Arena Corinthians, e a decisão será no domingo, dia 8, às 16 horas, no Allianz Parque.

Publicidade