Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Neymar depõe sobre vídeo e agradece apoio: ‘Me senti muito amado’

Na saída, o jogador do Paris Saint-Germain deu uma breve declaração. 'Só quero agradecer todo o apoio e carinho'

O atacante Neymar depôs na noite desta quinta-feira, 6, na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), na Cidade da Polícia, na zona norte do Rio. Ele foi ouvido no inquérito que investiga suposto vazamento de imagens íntimas e conversas com Najila Trindade, modelo que acusa o jogador de agressão e estupro. O atleta ficou cerca de 1 hora e 30 minutos no local.

Na saída, o craque do Paris Saint-Germain deu uma breve declaração. “Só quero agradecer todo o apoio e mensagem que todo mundo mandou, agradecer todo o carinho. Me senti muito amado”, afirmou, sem responder perguntas dos jornalistas.

Com uma bota ortopédica devido à lesão sofrida nos ligamentos do tornozelo direito – ocorrida na noite de quarta no amistoso do Brasil com o Catar – Neymar chegou às 19h15 na sede da especializada e foi conduzido numa cadeira de rodas. Houve muito tumulto devido à aglomeração de jornalistas.

Devido à confusão no momento da chegada do jogador, os policiais optaram por colocar um veículo dentro da Cidade da Polícia para que Neymar saísse sem que o tumulto do início.

Uma das advogadas do jogador, Maíra Fernandes, afirmou que a oitiva foi tranquila. “Neymar acabou de prestar depoimento e fez questão de vir o quanto antes para esclarecer tudo o que era devido. Nós confiamos plenamente que vamos provar a inocência dele”, disse. “Ele está tranquilo em relação a isso e nós também.”

O advogado Davi Tangerino, que também defende Neymar, disse que tem total confiança na inocência de seu cliente, mas explicou que não poderia dar detalhes sobre o depoimento, porque o inquérito corre em sigilo de Justiça. “Isto será mostrado nos autos”, disse Tangerino.

O depoimento de Neymar à DRCI estava previsto para ser feito na manhã de sexta, mas os advogados do atacante pediram antecipação da oitiva. O caso se refere a um vídeo divulgado pelo atacante na noite do último sábado. A publicação trazia conversas e imagens íntimas da mulher que acusa o atacante de estupro.

Acusação de agressão e estupro

A modelo Najila Trindade Mendes de Souza registrou o boletim de ocorrência por agressão e estupro contra Neymar em São Paulo, onde o caso está sendo investigado em sigilo. Em entrevista ao SBT, ela confirmou o estupro, afirmou que foi a Paris a convite do jogador, que pagou as passagens e a estada, mas que no primeiro encontro ele se mostrou agressivo.

O atleta nega. Ele divulgou um vídeo em sua conta no Instagram no qual aparecem conversas e fotos da mulher, o que levou a Polícia Civil do Rio de Janeiro a abrir uma nova investigação pela divulgação das imagens. O vídeo já foi apagado pelo jogador. Entretanto, em sua conta do Twitter, o jogador disse estar sendo obrigado a expor sua vida e de sua família “por motivo de extorsão”.

A investigação ocorre no Rio porque, quando divulgou informações sobre o caso nas redes sociais, Neymar estava concentrado na Granja Comary, em Teresópolis, com a seleção brasileira.