Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Konami rompe com Griezmann após vídeo com ofensas a japoneses

Em gravação antiga, jogador do Barcelona e seu compatriota Dembelé caçoam de funcionários asiáticos. Atletas se desculparam e negaram racismo

Por Da Redação Atualizado em 7 jul 2021, 10h56 - Publicado em 7 jul 2021, 09h33

A divulgação de um vídeo antigo envolvendo os jogadores Antoine Griezmann e Ousmane Dembelé, da seleção francesa e do Barcelona em uma viagem ao Japão, gerou denúncias de racismo contra os atletas e causou enorme mal-estar entre os patrocinadores asiáticos do clube catalão. Nesta quarta-feira, 7, a Konami, tradicional desenvolvedora japonesa de games, anunciou o fim de um contrato recém-anunciado com Griezmann.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

“Havíamos anunciado que Antoine Griezmann seria nosso embaixador de Yu-Gi-Oh!, mas à luz dos recentes acontecimentos, decidimos cancelar o contrato” informou a empresa em comunicado.”A Konami Digital Entertainment acredita que, assim como é a filosofia dos esportes, qualquer tipo de discriminação é inaceitável.”

A Konami ainda informou que vai solicitar ao Barcelona que explique detalhes sobre o caso e suas ações futuras. O mesmo já havia sido feito pela Rakuten, empresa japonesa que é a patrocinadora master do clube. “Como patrocinador do clube lamento os comentários racistas dos jogadores”, postou o presidente da Rakuten, Hiroshi Mikitani, nas redes sociais.”A Rakuten apoiou a filosofia do Barcelona e apoiou o clube como patrocinador, pelo que tal comportamento é inaceitável em qualquer circunstância. Farei um protesto formal ao clube e pedirei a sua opinião”.

  • O vídeo em questão foi gravado por Dembelé em uma excursão do Barcelona ao Japão em 2019. Nas imagens, a dupla francesa aparece rindo de um grupo de técnicos que trabalham para consertar a TV de um quarto de hotel para que eles pudessem jogar videogame. “Todas estas caras feias só pra que você possa jogar PES, você não tem vergonha?”, questiona Dembelé, em francês, no vídeo gravado para a plataforma Snapchat. Griezzman ri, enquanto Dembelé completa: “vocês não são tecnologicamente avançados neste país?”, sem que os funcionários entendessem.

    Ambos negaram ofensas racistas. “Sempre estive comprometido contra qualquer forma de discriminação. Nos últimos dias, algumas pessoas quiseram me fazer passar por um homem que não sou. Rejeito firmemente as acusações feitas contra mim e lamento se ofendi meus amigos japoneses”, escreveu Griezmann nas redes sociais.


    “Tudo aconteceu no Japão, mas poderia ter acontecido em qualquer lugar do planeta e eu teria usado a mesma expressão. Eu, portanto, não estava mirando nenhuma comunidade. Acontece que usei esse tipo de expressão com meus amigos, independentemente de suas origens. Este vídeo já se tornou público. Peço desculpas, portanto, para as que possam se sentir feridas e para as que aparecem na imagem. Por isso, gostaria de pedir desculpas sinceras a eles”, afirmou Dembelé.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade