Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Jornalista inglês vê xenofobia brasileira e rasga jornal ao vivo

Tim Vickery, que vive há 23 anos no país, criticou atitude de jogadores brasileiros, especialmente uma declaração de Wellington Paulista, da Chapecoense

Por Da redação Atualizado em 22 set 2017, 19h39 - Publicado em 21 set 2017, 18h10

O jornalista inglês Tim Vickery, que vive há 23 anos no Brasil, revoltou-se com a atitude de alguns jogadores brasileiros nas partidas desta quarta-feira. Durante participação no programa Redação Sportv, o correspondente da BBC debatia sobre as eliminações dos clubes brasileiros na Copa Sul-americana e na Copa Libertadores e, ao citar uma frase de Wellington Paulista, da Chapecoense, disse sentir que há xenofobia no país.

“Eu adoro estar aqui, mas tenho de ser sincero: tem um pouco de xenofobia na alma brasileira”, disse, antes de pegar um jornal, como se estivesse lendo à declaração do jogador. “Wellington Paulista disse ‘Colocam um juiz da Bolívia, sei lá de onde, (era peruano), para complicar um jogo e acabar com nosso sonho’. Isso é xenofobia.” Em tom crítico, mas bem- humorado, Vickery ainda rasgou o jornal que levava a frase do brasileiro.

  • Ao longo do programa, os jornalistas presentes discutiram sobre a conduta dos atletas brasileiros em competições internacionais. Em discurso semelhante ao de Tim Vickery, o apresentador André Rizek considerou que “nós brasileiros temos uma preconceito com nossos colegas sul-americanos. Dissemos que os argentinos e uruguaios são desleais, mas não nos olhamos no espelho”, disse, citando a cusparada de Bruno Henrique, do Santos, em um adversário do Barcelona de Guayaquil.

    A declaração de Tim Vickery sobre xenofobia causou grande repercussão nas redes sociais. No Twitter, o jornalista rebateu alguns seguidores que o acusaram de ter ódio contra os brasileiros. “Tenho tanto ódio que minha mulher é brasileira, as minhas enteadas são brasileiras, o cachorro…” Ao ouvir a brincadeira “prove que o cachorro é brasileiro”, Tim esbanjou seu humor britânico: “Ele não desiste nunca.”

    Por fim, respondeu aos seguidores que comentaram sobre o preconceito contra estrangeiros na Europa. “Na minha insignificância, ofereço uma crítica à xenofobia local – e reconheço que o nacionalismo no país onde nasci é bem mais perigoso!”

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade