Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jorge Jesus é apresentado no Flamengo: ‘Busco hegemonia’

O treinador português destacou que gosta de propor 'ideias diferentes' aos clubes

O técnico Jorge Jesus foi apresentado nesta segunda-feira, 10, como novo treinador do Flamengo. O português, em entrevista no CT Ninho do Urubu, prometeu tornar o time hegemônico no futebol brasileiro, assim como fez com o Benfica em Portugal.

Tabela completa de jogos do Campeonato Brasileiro 2019

“Vamos esperar o que tenho feito sempre. Onde chego, apresento trabalho e revoluciono do ponto de vista de ter ideias diferentes. Vou apresentar meu trabalho que foi visto em duas das três maiores equipes de Portugal nos últimos dez anos. Quando cheguei ao Benfica, há tempo não ganhava nada e agora tem a hegemonia no país. É o que vim fazer no Flamengo”.

Jesus disse conhecer todo o elenco do Flamengo e que, em conjunto com a diretoria, indicou reforços para a sequência da temporada. “Não vi o Flamengo a partir do momento que me convidaram, eu vejo todos os jogos do futebol brasileiro em minha casa. Não conheço tão bem os jogadores como o Marcelo (Salles, técnico interino), mas vou conhecer. Quando conversamos, já tinha posições que pensavam ser importantes contratar e concordei. Acrescentei mais uma ou duas e estamos em sintonia”.

O ex-treinador de Sporting e Benfica explicou o motivo pelo qual assinou contrato de apenas um ano com o Flamengo. “Normalmente faço isso. É minha segunda experiência fora de Portugal. Na Arábia (no Al-Hilal), foi a mesma coisa. A direção queria fazer quatro anos e eu disse que não. Depois, se eu me adaptar e estiverem satisfeitos renovamos. Ninguém fica dependente de ninguém.”

Jorge Jesus viajará nesta terça-feira, 11, para Portugal, e não acompanhará de perto o jogo com o CSA, na quarta, em Brasília, pela oitava rodada do Brasileirão. O treinador iniciará seu trabalho apenas no dia 20, quando o elenco se reapresentará depois de período de folga e estreará em 10 de julho, depois da Copa América, contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

“Temos 20 dias para apresentar o trabalho, mostrar aos jogadores nossas ideias, nossos conceitos. Não há novidade. Estou habituado a trabalhar com jogadores brasileiros, são ótimos profissionais e essa é uma das grandes paixões. Quero crescer com eles e melhorar não só resultados, mas a qualidade do jogo do Flamengo”, concluiu.