Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Goleiro chegou à seleção sub-15 após brilhar em título do Flamengo

Vítima de incêndio no Ninho do Urubu, Christian Esmério, de 15 anos, era tido como promessa do clube carioca e era sondado por clubes do exterior

Uma das vítimas do incêndio que atingiu o Ninho do Urubu, como é conhecido o Centro de Treinamento do Flamengo, na madrugada desta sexta-feira 8, é o goleiro Christian Esmério, de 15 anos. O atleta, que colecionava convocações para a seleção brasileira de base, era tido como promessa pelo clube carioca e era monitorado por times do exterior.

Nascido no dia 5 de março de 2005 e natural de Madureira, Christian foi convocado pela primeira vez no dia 29 de novembro de 2018, para um período de treinamentos na Granja Comary, centro de treinamentos da seleção brasileira, para participar da preparação para um torneio que será disputado a partir do dia 16 de fevereiro entre Brasil, Inglaterra, Espanha e França, na Inglaterra. Em janeiro deste ano, foi novamente convocado, desta vez para atuar na categoria sub-17.

Em seu perfil no Instagram, Christian compartilhou seu encontro com o treinador da equipe principal da seleção brasileira, Tite, durante o período em que esteve na Granja Comary, no fim do ano passado. “Referência”, diz o goleiro na legenda.

Christian se destacou na conquista do Flamengo da Copa Nike sub-15, vencida por sua equipe em abril do ano passado. Na semifinal contra o Grêmio, o goleiro defendeu um pênalti. Na grande decisão, mais dois, contra o São Paulo. Tido como herói do título, ele posou ao lado da taça e afirmou que a conquista ficaria “sempre” em sua memória.

No último dia 16, no último período de treinamentos pela seleção brasileira, o goleiro do Flamengo publicou uma foto ao lado do preparador de goleiros Rafael Cesar Santos e dos goleiros Cadu Neves, do Vasco da Gama, do Rio de Janeiro, e Rodrigo Bazilio, do Cruzeiro, de Minas Gerais. “Era um menino muito alegre, que tinha um bom relacionamento com todo o grupo. Tinha bom potencial técnico e físico, mas teria que ser lapidado assim como todo atleta dessa idade”, disse a VEJA Rafael Cesar Santos.

Em suas redes sociais, Rafael, Cadu e Bazilio lamentaram o falecimento de Christian. Cadu relembrou os duelos de videogame com o “companheiro de quarto” e Bazilio ressaltou “quão do bem” era o jovem jogador do Flamengo.