Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Flamengo: R$ 200 mi em contratações e sem acordo com vítimas de incêndio

Seis meses depois da tragédia no Ninho do Urubu, clube só acertou indenizações com familiares de três das dez vítimas fatais

Enquanto a diretoria de futebol do Flamengo se esforça para viabilizar mais uma contratação milionária na temporada, a do atacante italiano Mario Balotelli, a maioria dos familiares das dez vítimas fatais do incêndio do Ninho do Urubu ocorrido há seis meses, ainda busca reparações na Justiça. Segundo informações do diário O Globo desta sexta-feira, 9, apenas três acordos de indenização foram fechados. Já os gastos com contratações do clube rubro-negro ultrapassaram os 200 milhões de reais em 2019.

No início, o Flamengo ofereceu, segundo informações do Ministério do Trabalho, entre 300.000 e 400.000 reais de indenização por atleta morto, além do pagamento de dez anos de salários mínimos a cada família. Levando em conta as dez famílias e o valor atual de 998 reais de salário mínimo, isso representaria no máximo 5,25 milhões de reais. Migalhas para quem paga mais de 1 milhão de reais mensais ao uruguaio Giorgian De Arrascaeta, cuja contratação junto ao Cruzeiro custou mais de 80 milhões.

O Flamengo, no entanto, subiu sua proposta, e, segundo O Globo, pretende fechar um acordo de 1 milhão de indenização por família. Até o momento, apenas os parentes de Gedson Santos e Áthila Paixão, ambos de 14 anos, Rykelmo Viana, de 16, aceitaram a proposta e selaram o acordo.

O caso de Rykelmo, cujos pais são separados, aliás, é o mais complexo: enquanto seu pai topou o valor proposto pelo Flamengo, sua mãe, Rosana Viana tenta invalidar o acordo e entrou com uma ação cível para cobrar 6,9 milhões de reais em indenizações por danos morais e pensão. Ela ainda pede o indiciamento do presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, e do mandatário da CBF, Rogério Caboclo.

Landim revelou na última segunda-feira 5, em entrevista ao Fox Sports, que a folha de pagamento anual do Flamengo é de 271 milhões de reais para todos os seus funcionários. “O futebol corresponde a 70% disso”, disse. Isso significa que o clube paga mais de 14 milhões de reais mensais (há 13 pagamentos no ano) em vencimentos do elenco, que inclui estrelas internacionais como o técnico português Jorge Jesus, os laterais Rafinha e Filipe Luís, o meia Arrascaeta e o atacante Gabriel Barbosa.

Na próxima segunda-feira, 12, haverá mais uma audiência entre o Ministério Público do Trabalho com o departamento jurídico do Flamengo. O MPT pede o bloqueio de 100 milhões de reais das contas do clube – o valor calculado estima também os gastos com indenizações às vítimas não fatais, além de danos morais, custos de viagens, advogados e outras despesas.