Clique e assine a partir de 9,90/mês

Expulso em clássico, Neymar acusa zagueiro espanhol de racismo

"Bati nele porque é um racista", justificou o brasileiro sobre as discussões que teve com Álvaro González, do Olympique de Marselha

Por Da Redação - Atualizado em 14 set 2020, 18h03 - Publicado em 13 set 2020, 18h47

Recuperado de coronavírus, Neymar não teve uma estreia feliz na temporada 2020/2021. O atacante brasileiro foi expulso nos minutos finais da derrota por 1 a 0 Paris Saint-Germain para o Olympique de Marselha, neste domingo, 13, ao dar um tapa no zagueiro espanhol Álvaro González, a quem acusou de racismo.

Como de costume, o clássico francês foi bastante tenso e, jogando fora de casa, o Olympique chegou à vitória com um gol de Thauvin ainda no primeiro tempo. Atual tricampeão do Campeonato Francês, o PSG tem duas derrotas nas primeiras duas partidas da temporada. O Olympique está com seis pontos, um a menos que os líderes Monaco, Lille e Rennes, que têm um jogo a mais.

Neymar e González se estranharam ao longo de toda a partida. Ainda no primeiro tempo, Neymar acusou o espanhol de ter feito ofensas racistas. “Racismo, não. Ele pode dizer de tudo, mas racismo, não!”, disse Neymar aos árbitros e integrantes da comissão técnica do Olympique.

Já nos acréscimos do segundo tempo, após nova confusão, Neymar foi expulso com o auxílio do VAR por ter dado um tapa na nuca de Álvaro González. Na saída de campo, se justificou. “Bati nele porque ele é racista”, afirmou, em espanhol.

No Twitter, o brasileiro disse ter sido chamado de “macaco filho da p….” e foi além: “Único arrependimento que tenho é por não ter dado na cara desse babaca”, desabafou. Outros quatro atletas foram expulsos no fim do jogo: Paredes e Kurzawa, pelo PSG, e Amavi e Benedetto, pelo Olympique.

Álvaro González usou a mesma rede social para defender das acusações. Ele posou ao lado de colegas negros do Olympique de Marselha e destacou sua “carreira limpa”. “Não existe lugar para o racismo. Carreira limpa e com muitos companheiros e amigos no dia a dia. Às vezes  é preciso aprender a perder e assumir isso em campo”, escreveu.

Neymar não deixou barato e respondeu a postagem do espanhol. “Você não é homem de assumir teu erro, perder faz parte do esporte. Agora insultar e trazer o racismo pra nossas vidas não, eu não estou de acordo. EU NÃO TE RESPEITO! VOCÊ NÃO TEM CARÁTER!”, escreveu. 

UOL Esporte Clube | Assine e acompanhe transmissões de grandes jogos e programas esportivos de onde você estiver.

Continua após a publicidade
Publicidade