Clique e assine a partir de 9,90/mês

Criciúma repudia gritos de sua torcida contra a Chapecoense

Torcedores nas arquibancadas fizeram coro usando a tragédia que matou quase toda a delegação da Chapecoense em novembro

Por Da redação - 24 abr 2017, 17h18

No último domingo, um episódio triste marcou o clássico entre Criciúma e Chapecoense pelo Campeonato Catarinense. Da torcida do Criciúma, partiram cantos que ironizavam a queda do avião da Chape em novembro de 2016, que vitimou praticamente toda a sua delegação que estava a bordo para disputar a final da Copa Sul-Americana. “Ão, ão, ão, abastece o avião”, gritaram os torcedores. A atitude que veio da arquibancada, no entanto, foi firmemente reprovada pelo clube.

Em comunicado oficial emitido nesta segunda-feira, o Criciúma informou seu repúdio pelo ato de seus torcedores, esclarecendo que a postura não se encaixa com os princípios da instituição e até mesmo de sua torcida em geral, relacionando os gritos a um ato isolado de apenas “meia dúzia” de indivíduos.

Continua após a publicidade

As ações dos torcedores, no entanto, não passarão impunes. Em poder das imagens com os ataques feitos contra a Chapecoense, o Criciúma avisa que irá repassar o material para as autoridades, que tomarão as medidas adequadas.

(com Gazeta Press)

 

Publicidade