Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Líder Corinthians vê Grêmio se aproximar e terá desfalques

Time não terá Jadson, que sofreu lesão na costela e ficará um mês parado, nem Marquinhos Gabriel, suspenso, contra o Fluminense. Pablo também preocupa

Com o empate em 0 a 0 diante do Avaí, na Ressacada, o Corinthians viu sua vantagem na liderança do Brasileirão cair para seis pontos em relação ao Grêmio. E mais preocupante do que a sequência de dois tropeços é o fato de ter perdido alguns de seus principais jogadores para a próxima rodada, diante do Fluminense, domingo, no Maracanã.

O time já tinha um desfalque garantido: o meia Marquinhos Gabriel recebeu o terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão automática. Já Pablo e Jadson, titulares absolutos do técnico Fábio Carille, deixaram o campo nos minutos iniciais do jogo em Florianópolis. O meia sofreu duas fraturas nas costelas e é desfalque certo, enquanto Pablo mantém esperanças de retornar.

Dúvida para o jogo contra o Avaí por causa de um problema na coxa direita, Pablo se recuperou, mas sentiu novamente o problema no começo da partida. A tendência é de que ele não tenha condições de atuar no Rio de Janeiro e seja novamente substituído pelo jovem Pedro Henrique.

“Ele fez os exames, treinou e foi para campo, fez o aquecimento. Tínhamos certeza de ele ficaria em campo o jogo inteiro, mas são coisas que acontecem. Agora é se recuperar para os próximos jogos”, afirmou o técnico Fábio Carille após o jogo.

Já o meia Jadson deixou o campo de ambulância, reclamando de dores nas costelas depois de uma trombada com o zagueiro Betão. Nesta manhã, o clube informou que Jadson sofreu fraturas no local e ficará aproximadamente 30 dias parado.  Isso representa um enorme problema para o técnico Carille, já que seu reserva imediato era Marquinhos Gabriel.

Carille cobrou publicamente o atleta por ter recebido o terceiro cartão amarelo por reclamar da arbitragem. “É uma coisa que eu peço, mas o juiz irrita demais, não sabemos qual é linha da arbitragem. Tenho Clayson, Pedrinho, não lamento jogadores que ficam fora, mas não gosto da postura dos nossos atletas”, afirmou.

Nas próximas rodadas, o líder do Brasileirão terá compromissos bem complicados: Fluminense (fora), Flamengo (casa) e Atlético-MG (fora). O Grêmio, do técnico Renato Gaúcho – que recentemente disse que o Corinthians iria “despencar” – enfrentará São Paulo (fora), Santos (casa) e Atlético-GO (casa).

(com Estadão Conteúdo)