Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Copa SP: Chuva adia São Paulo x Inter e Flamengo já está na final

Partida válida pela semifinal será retomada nesta terça, às 15h, em Barueri. Já o time carioca aguarda o rival da decisão, que acontecerá na quinta-feira

Após duas paralisações por queda de energia e pela forte chuva que atingiu a cidade de Barueri (SP), a partida entre São Paulo e Internacional, válida pela semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior, foi adiada para esta terça-feira, às 15 horas, na mesma Arena Barueri. O resultado marcava empate por 1 a 1 e 19 minutos de bola rolando no segundo tempo.

Em tese serão disputados 26 minutos, mais os acréscimos. Se o empate permanecer, a definição irá para a cobrança de pênaltis. O Flamengo, que eliminou a Portuguesa na outra semifinal, já está garantido na decisão marcada para esta quinta-feira, no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

O jogo foi muito movimentado com um leve domínio do São Paulo, que abriu o placar com Luan, em um belo chute de fora da área, logo aos 33 segundos do primeiro tempo. A chuva começou a cair de forma torrencial na segunda etapa, mas mesmo assim o árbitro paulista Thiago Luis Scarascati optou por dar continuidade na partida.

O Internacional se aproveitou do gramado encharcado e empatou com Richard, após Luiz Felipe ser derrubado dentro da área e o árbitro marcar pênalti. Antes da cobrança, houve a primeira paralisação com a queda de energia na arena.

Depois do gol do Internacional, raios começaram a cair com mais intensidade nos arredores da Arena Barueri, o que fizeram com que o árbitro paralisasse novamente o duelo e remarcasse para esta terça-feira.

A decisão gerou revolta por parte da delegação do Internacional, que queria que o jogo seguisse. O coordenador da base do clube, Diego Cabrera, falou: “Já jogamos em condições piores. Agora que não tem raio o jogo termina. O delegado disse que recebeu um telefonema da Federação Paulista para ter o jogo. Nós vamos seguir o determinado, mas não concordamos”.

Já o São Paulo apoiou o adiamento, através do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e do coordenador da base Pedro Smania, que falou: “Não vejo benefício nenhum. Também queremos jogar, mas precisamos pensar na integridade física dos atletas, que vêm em primeiro lugar. Concordo que não deveríamos ter voltado para o segundo tempo, mas a decisão foi essa”.

Flamengo atrás do tetra

Em uma partida emocionante, com cinco gols, o Flamengo assegurou sua classificação para a decisão da Copa São Paulo, após derrotar a Portuguesa, no Estádio do Canindé, por 3 a 2. O time carioca chega à decisão invicto, com sete vitórias e um empate na campanha até agora. Na decisão, tentará seu quarto título na competição.

Empolgada após eliminar o Palmeiras na última sexta-feira, a Lusa saiu na frente. Logo aos oito minutos, Cesinha recebeu pelo lado esquerdo e cruzou para dentro da área. David desviou e Yago Darub ainda tocou na bola antes de ela entrar. 

O time carioca, porém, foi atrás do empate e ele veio aos 12 minutos. Luiz Henrique cobrou falta e Vitor Gabriel cabeceou no cantinho. A Portuguesa quase voltou a ficar na frente, mas Yago defendeu o chute de Cesinha. A virada do Flamengo veio ainda na etapa inicial, quando aos 36 minutos Vitor Gabriel recebeu na linha de fundo e tocou para trás. Luiz Henrique chegou batendo de primeira e mandou no ângulo de Matheus.

Jogadores do Flamengo comemoram gol contra a Portuguesa, pela semifinal da Copa São Paulo (Staff Images/Flamengo/Divulgação)

No segundo tempo, o Flamengo administrou a vantagem, enquanto a Lusa buscava a reação. Mas só aos 34 minutos que conseguiu marcar seu segundo gol, com Pernambuco aproveitando um cruzamento e cabeceando sem chance para Yago Darub. E quase conseguiu empatar aos 43 minutos, quando o goleiro flamenguista fez uma grande defesa.

(Com Estadão Conteúdo)