Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Atlético de Madri vence Barcelona de virada e vai à final da Supercopa

Time da capital perdia até os minutos finais, mas chegou ao triunfo por 3 a 2 e enfrentará o rival Real Madrid na decisão na Arábia Saudita

Por Da Redação - Atualizado em 9 jan 2020, 18h17 - Publicado em 9 jan 2020, 18h06

Os clubes de Madri farão a primeira final da Supercopa da Espanha em seu novo formato, com quatro clubes participantes e disputado fora do país. Jogando em Jeddah, na Arábia Saudita, o Atlético de Madri conseguiu uma incrível vitória por 3 a 2 sobre o Barcelona na tarde desta quinta-feira 9. A decisão diante do Real Madrid, que eliminou o Valencia na véspera, será no próximo domingo 12.

O Atlético saiu na frente com o capitão Koke logo no início da segunda etapa. Lionel Messi, que no intervalo chegou a bater boca com o adversário João Félix, apareceu no jogo e marcou dois belos gols, mas o segundo foi anulado com o auxílio do VAR por toque de mão do argentino na origem da jogada.

O Barcelona virou o jogo com Antoine Griezmann, que aproveitou rebote de cabeçada de Luís Suárez, aos 17 minutos. O astro francês não comemorou, em respeito a seu ex-clube. O árbitro de vídeo ainda invalidou outro gol do Barcelona, de Suárez, por impedimento.

O time catalão teve 73% de posse de bola e dominou a partida, mas o Atlético segurou a pressão e surpreendeu com dois gols. Primeiro, Alvaro Morata, de pênalti, empatou aos 36 minutos. E aos 41, Ángel Correa ganhou dividida de Gerard Piqué, arrancou e venceu o goleiro brasileiro Neto.

Publicidade