Clique e assine a partir de 9,90/mês

Andrés Sanchez melhora e não corre risco de ficar com sequelas

O presidente do Corinthians foi diagnosticado com encefalite viral, causada por uma infecção do sistema nervoso que provoca a inflamação do cérebro

Por Gazeta Press - 7 mar 2019, 23h16

O quadro clínico de Andrés Sanchez evoluiu após cerca de 24h de sua internação no Hospital São Luiz, no bairro do Itaim Bibi, em São Paulo. Na ocasião, o presidente do Corinthians foi diagnosticado com encefalite viral. O problema é gerado por uma infecção do sistema nervoso que, consequentemente, provoca a inflamação do cérebro.

O boletim médico oficial da noite dessa quinta-feira, 7, diz que Andrés está bem, com a infecção em regressão e com os dados vitais dentro da normalidade. Os exames ratificaram a melhora do paciente.

Segundo os envolvidos no atendimento, o mais importante foi a agilidade do diagnóstico e a eficiência no tratamento. Muito por isso, está descartada a possibilidade de qualquer sequela após o período de anormalidade.

Andrés Sanchez ainda não tem previsão de receber alta. Por ora, seguirá internado, sob cuidados médicos e em observação. Nessa sexta, novos exames devem ser realizados.

Continua após a publicidade
Publicidade