Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Publicidade

Notícias sobre Marco Maia

Marco Maia quer ressuscitar a política de preços adotada por Dilma para apressar a falência da Petrobras
Propostas fazem parte de uma centena de iniciativas parlamentares que apontam injustiça nas atuais alíquotas cobradas
Marco Maia explica por que defende a candidatura de Lula à Presidência
Deputado gaúcho se junta a Gleisi, Dirceu e Lindbergh ao ameaçar a Justiça com a Revolta das Formigas
no_alvo1812_BSB_H264_853x480.jpg
04m40s
play_circle_outline
Brasil

Em 2015, vem aí a CPI do BNDES

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 18h18 - Publicado em 18 dez 2014, 17h39
Joice Hasselmann, direto de Brasília, conta em detalhes os bastidores da última sessão no Congresso Nacional e afirma que a oposição já se articula para montar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que irá fazer uma devassa nas contas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, o BNDES. Os dados do órgão, considerado uma caixa-preta, podem revelar detalhes sórdidos de desvio de dinheiro público.
Por Gabriel Castro, na VEJA.com: A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito da Petrobras encerrou seus trabalhos nesta quinta-feira com a aprovação do relatório elaborado pelo deputado Marco Maia (PT-RS). O texto, que pede o indiciamento de 52 pessoas, mas poupa a presidência da estatal e o Palácio do Planalto, teve dezenove votos favoráveis e oito contrários. […]
O relator da CPI da Petrobras, deputado Marco Maia (PT-RS), repetiu nesta quinta-feira sua opinião de que a diretoria da Petrobras deve ser substituída. Apesar de não mencionar o nome da presidente Graça Foster, ele foi claro: “Precisamos de alguém de fora da Petrobras, alguém que venha do mercado”, disse, reafirmando o que havia dito […]
Screen_Shot_2014-12-18_at_11.05.10_AM_853x480.jpg
11m06s
play_circle_outline
Brasil

Samor: para Petrobras, Dilma pensa no salvador da Perdigão

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 18h18 - Publicado em 18 dez 2014, 10h07
Geraldo Samor, de VEJA Mercados, diz que Dilma considera o nome do respeitado executivo Nildemar Secches, que reestruturou a Perdigão, à frente da Petrobras. O colunista Lauro Jardim fala sobre a mudança de posição do deputado Marco Maia (PT-RS) que subitamente alterou seu relatório da CPMI da Petrobras, pedindo o indiciamento de 52 pessoas, incluindo Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef. A reportagem traz também a última sessão da Câmara que teve pacotão de Natal com salário mais gordo para parlamentares, ministros e presidente, a disputa pela presidência da Câmara com a candidatura do petista Arlindo Chinaglia e do socialista Julio Delgado, a decisão do TSE de liberar Maluf para seu mandato em 2015 e a reaproximação entre EUA e Cuba.
Pois é… Que bem a democracia e a liberdade de informação fazem à verdade e até à reputação dos petistas, não é mesmo? Chega a ser comovente a rapidez e a determinação com que o deputado Marco Maia (PT-RS) mudou de ideia sobre o relatório da CPMI da Petrobras. Ele não iria pedir o indiciamento […]
Por Gabriel Castro, na VEJA.com: O relator da CPI mista da Petrobras, deputado Marco Maia (PT-RS), alterou o relatório final da comissão e pediu nesta quarta-feira o indiciamento de 52 pessoas envolvidas nos desvios da estatal – entre elas, autoridades que ocupavam postos-chave na empresa, como os ex-diretores Renato Duque, Paulo Roberto Costa, Nestor Cerveró e Pedro Barusco. […]
No dia em que oposição divulga relatório paralelo, relator da CPI mista da Petrobras modifica texto apresentado na semana passada
noalvoRubensBuenoh264_853x480.jpg
07m53s
play_circle_outline
Brasil

CPMI da Petrobras: relatório da oposição responsabiliza Graça, Gabrielli e Dilma

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 18h18 - Publicado em 17 dez 2014, 10h58
A CPMI da Petrobras vota hoje o relatório da oposição sobre o petrolão e que na prática é o avesso do documento oficial assinado pelo deputado Marco Maia, do PT. O novo texto pede indiciamento dos citados no esquema de corrupção, incluindo Graça Foster e Sérgio Gabrielli. Dilma Rousseff também é responsabilizada. O líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno, membro da CPMI, diz que se o texto novo for derrubado, a oposição enviará o relatório à justiça. Ele conversou com Joice Hasselmann, em Brasília.
“Conclui-se que a aquisição de Pasadena ocorreu dentro das condições de mercado da época, e que a empresa conta, hoje, com um bom e lucrativo ativo”. Marco Maia, deputado federal do PT gaúcho escalado para disfarçar-se de relator e caprichar no papel de coveiro da CPMI da Petrobras, explicando na mais recente receita de pizza […]
still3_853x480.jpg
02m49s
play_circle_outline
Brasil

Lava Jato: MPF denuncia 35 e desmonta delírio de Marco Maia e seus colegas petistas

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 16h10 - Publicado em 11 dez 2014, 14h21
O Ministério Público Federal do Paraná destrói hoje, oficialmente, o “mundo de Alice” de Marco Maia e Cia. O deputado concluiu no relatório da CPMI que a turma petista teve boa conduta em relação a Petrobras. Já os procuradores vão denunciar 20 executivos envolvidos no petrolão e declarar oficialmente que o esquema de corrupção existiu e assim acabar com a ilusão de Marco Maia. E isso é só o começo.
Publicidade