Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Notícias sobre dívida pública

Dívida pública federal recua 1,1% em janeiro

Dívida pública federal recua 1,1% em janeiro

Por Luana Zanobia
26 fev 2024, 16h18
Com o aval de Lula, nunca antes parlamentares federais tiveram acesso a tantos recursos do orçamento para influenciar nas eleições em suas cidades
O presidente do Senado e o ministro da Fazenda criaram uma parceria estratégica em pautas de interesse mútuo
Ritual de aprovação do orçamento para 2024 começa hoje e é revelador do pacto entre governo e Congresso sobre as prioridades nacionais
O presidente faz o que pode para atrapalhar o trabalho de Fernando Haddad
Fábrica de pobre

Fábrica de pobre

José Casado Por
José Casado
Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
O avanço da pobreza no Brasil e na Argentina corrói e desmonta governos
Publicidade
Governo quer usar caixa da empresa para subsidiar preços de combustíveis e financiar obras. PT e aliados querem nomear executivos com poder sobre contratos
Governo federal gasta cada vez mais com antigas obras paradas, não sabe quais são prioritárias para retomada, nem como evitar que as novas sejam paralisadas
Pesquisa em dez capitais, mostra melhor avaliação em Curitiba. As piores: Belém (46,9%), São Paulo (46,6%), Rio de Janeiro (40,5%) e Fortaleza (36,1%)
Ninguém sabe quanto as pessoas e as empresas vão pagar de imposto, mas já tem isenção fiscal garantida até para importação de óleo combustível na Amazônia
Por enquanto, desenham-se duas certezas sobre as finanças públicas: as contas não fecham e deverá sobrar uma fatura extra de impostos para a sociedade
O ministro da Fazenda está incomodado e, na ambiguidade, recordando uma época em que "éramos felizes e não sabíamos"
Ele precisa aumentar muito a arrecadação para "zerar o déficit" em 2024, mas parlamentares acham que o governo tem mais é que gastar em ano eleitoral
Recursos captados podem ser empregados em agenda ambiental, social ou ambas
Partido do governo se nega a debater proposta de emenda constitucional por considerá-la coisa dos adversários da direita bolsonarista
O problema está na distância entre o desejo presidencial e a realidade dos cofres do governo
Publicidade
Continua após publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.