Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tropas de Israel matam 20 pessoas em fronteira com Síria

Militares dispersavam protesto que marcou aniversário da derrota árabe na Guerra dos Seis Dias

Pelo menos 20 pessoas morreram e 325 ficaram feridas, neste domingo, quando forças de segurança israelenses abriram fogo na fronteira síria para dispersar um protesto pró-palestinos. A manifestação marcou o aniversário da derrota árabe na Guerra dos Seis Dias, em 1967, informou a TV estatal da Síria.

Centenas de pessoas que agitavam bandeiras palestinas e sírias tentaram cortar uma cerca de arame farpado próxima a um campo de minas, perto da cidade de Majdal Shams, em Golã. Israel havia se comprometido a evitar neste domingo a repetição de um episódio semelhante, ocorrido no mês passado, em que diversos manifestantes cruzaram a fronteira. Na ocasião, mais de dez pessoas morreram.

Israel conquistou as Colinas de Golã da Síria em 1967, junto com a Cisjordânia, o leste de Jerusalém e a Faixa de Gaza.

Síria – Em incidentes separados, pelo menos 38 pessoas morreram entre sábado e domingo na região de Jisr al Chughur, no noroeste do país. De acordo com o grupo Observatório Sírio de Direitos Humanos, que tem sede em Londres, elas foram vítimas da repressão do regime do ditador Bashar Assad. Mais de 1.000 pessoas já morreram desde o início dos protestos contra o governo da Síria, em meados de março.

(Com agências France-Presse e Estado)