Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Snowden quer retornar aos EUA: ‘Já me ofereci para ser preso’

O ex-analista de inteligência revelou que propôs um acordo judicial mais de uma vez, mas não obteve resposta das autoridades americanas

O ex-analista de inteligência Edward Snowden, asilado na Rússia há dois anos, afirmou que já se ofereceu para cumprir a pena de prisão como parte de um acordo judicial para retornar aos Estados Unidos, mas não obteve resposta das autoridades americanas. Em 2013, Snowden revelou um programa secreto de vigilância eletrônica da Agência de Segurança Nacional (NSA) e, desde então, vive refugiado em Moscou.

“Eu já me ofereci para ser preso mais de uma vez. O que eu não quero é ser visto como um exemplo de dissuasão para pessoas em situação difícil que querem fazer a coisa certa”, disse Snowden em uma entrevista à rede britânica BBC, sem indicar quanto tempo de prisão teria proposto nos acordos.

Leia mais:

Casa Branca não vai conceder perdão presidencial a Snowden

Snowden critica Rússia, para onde diz que nunca pretendeu ir

No início de setembro, o ex-analista disse que não escolheu viver na Rússia. “Nunca tive a intenção de ir para a Rússia. Eu estava apenas em trânsito, rumo à América Latina. Infelizmente meu passaporte foi congelado, anulado pelos Estados Unidos”. Ele contou ainda que pediu asilo a outros 20 países e que a Rússia teria sido uma das últimas opções.

Acusado de espionagem nos Estados Unidos, Snowden poderá ser condenado a 30 anos de prisão em seu país. Em julho, a Casa Branca negou um pedido de perdão presidencial feito por meio de petição.

(Da redação)