Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Protesto no Chile contra represas na Patagônia

Um protesto realizado nesta quarta-feira em Santiago contra a construção de cinco represas na Patagônia chilena terminou em confronto com a polícia, que deteve 15 manifestantes, informaram as autoridades.

Organismos contrários ao projeto Hidroaysén reuniram cerca de 2 mil pessoas, que de forma pacífica protestaram na Praça das Armas, no centro de Santiago, contra a construção das represas na Patagônia, que receberam o sinal verde da Suprema Corte em 4 de abril passado.

Em meio ao protesto, cerca de 100 manifestantes se dirigiram à Avenida Alameda e tentaram bloquear o tráfego, mas foram impedidos pela polícia, que utilizou jatos d’água e bombas de gás lacrimogêneo.

Segundo um policial que pediu para não ser identificado, o confronto deixou 15 feridos.

Hidroaysén é um empreendimento conjunto da chilena Colbún com a espanhola Endesa que prevê a construção de cinco represas nos rios de águas cristalinas Pascua e Baker, inundando 5.900 hectares na região de Aysén.