Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pelo menos 11 somalis morrem em naufrágio de navio na costa africana

Nairóbi, 10 fev (EFE).- Um navio que levava somalis para o Iêmen naufragou e pelo menos onze pessoas morreram e outras 34 estão desaparecidas, informou nesta sexta-feira o Alto Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur).

A organização informou que vários sobreviventes achados em praias somalis relataram que a embarcação, tripulada por três traficantes e com 58 passageiros a bordo, saiu no sábado passado do país rumo ao Iêmen. Já foram encontrados 13 sobreviventes até o momento, entre eles duas mulheres e dois adolescentes.

Segundo o comunicado da organização, milhares de somalis e etíopes, que fogem da violência e da pobreza no Chifre da África, pagam todos os anos para traficantes para serem transportados para o Iêmen, sendo que muitos não conseguem completar o trajeto.

Pouco tempo depois de partir, o motor da embarcação sofreu uma avaria e o barco ficou à deriva durante cinco dias, até que naufragou na quarta-feira passada devido ao mar agitado e ao mau tempo.

Segundo os sobreviventes, os traficantes jogaram 22 passageiros no mar após o problema no motor. Até o momento, onze corpos já foram encontrados nas praias da localidade de Ceelaayo.

O Acnur se declarou ‘muito comovido’ pelo fato e afirmou que as autoridades locais estão investigando o ocorrido.

Apesar da instabilidade e da insegurança no Iêmen, cerca de 103 mil refugiados e imigrantes do Chifre da África fizeram no ano passado a travessia do Golfo de Aden para alcançar a costa iemenita, segundo números do Alto Comissariado. EFE