Clique e assine a partir de 8,90/mês

Londres admite a retirada de suas tropas do Afeganistão a partir de 2011

Por Da Redação - 21 jul 2010, 10h20

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, mencionou nesta quarta-feira a possibilidade de retirar uma parte das tropas do Afeganistão quando os americanos começarem a sair do país, no final de 2011. Indagado em Washington sobre a possibilidade de acompanhar o calendário americano, Cameron respondeu: “Sim, podemos fazê-lo”. O presidente Barack Obama prevê repatriar suas tropas a partir de julho do próximo ano.

“Assim será se forem reunidas as condições no terreno. Se pudermos transferir antes o comando dos distritos e das províncias aos afegãos, algumas forças poderão ser repatriadas mais cedo. Não quero suscitar expectativas sobre este tema, já que a transição deve ser baseada no progresso da situação no terreno”, destacou o premiê, em entrevista à rede BBC.

As tropas britânicas devem sair antes do final do ano do distrito de Sangin, reduto tallibãs, para passar o lugar para os americanos. Cerca de 9.500 soldados britânicos estão posicionados no Afeganistão, principalmente na província sulista de Helmand, um dos principais redutos da rebelião afegã. Um total de 322 militares britânicos morreram no Afeganistão desde o começo da intervenção aliada em 2001.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade