Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Loja desperta ira dos americanos com piada sobre 11/9

No vídeo, a gerente da loja faz referências ao ataque às torres gêmeas do WTC para anunciar promoção de colchões

Propagandas temáticas em datas comemorativas, como Dia dos Namorados e Natal, são uma estratégia antiga para impulsar as vendas. Quinze anos após o maior atentado terrorista da história, uma loja de colchões do Texas, nos Estados Unidos, escolheu a data 11 de setembro como tema de uma campanha de marketing que, por motivos óbvios, provocou indignação em todo o país.

No vídeo, divulgado na página da Miracle Mattress no Facebook e veiculado na TV, a gerente da loja anuncia a promoção com a ajuda de dois vendedores, fazendo referências às torres gêmeas. Ao final do comercial, a mulher empurra “sem querer” os vendedores, que derrubam duas pilhas de colchões, uma delas com a bandeira americana no topo. “Nunca esqueceremos”, finaliza a gerente, em referência aos ataques que deixaram quase 3.000 mortos em Nova York, Pensilvânia e no Pentágono.

LEIA TAMBÉM:
Quase treze anos após atentados, EUA inauguram museu do 11 de setembro

Diante da reação furiosa dos americanos na imprensa e nas redes sociais, o dono da empresa, Michael Bonanno, divulgou uma carta pedindo desculpas pelo vídeo “de mau gosto, uma afronta aos homens e mulheres que perderam suas vidas em 11/9”. O empresário garante que a propaganda foi divulgada sem o conhecimento e sem aprovação da diretoria.

A loja anunciou ainda que 30% das vendas do final de semana serão doados a uma instituição de caridade voltada para vítimas do 11 de setembro, de acordo com o jornal Dallas News.

As medidas não parecem ter surtido efeito. Internautas ressaltam que a protagonista do comercial, Cherise Bonanno, é filha do proprietário da empresa. Em uma entrevista a uma emissora de TV local, Cherise também se desculpou pela infeliz campanha. “Foi uma ideia estúpida. Pedimos desculpas por nossa estupidez e esperamos que vocês possam nos perdoar pelo que fizemos”, disse. A reportagem de VEJA tentou entrar em contato com a loja, mas o estabelecimento comercial está fechado devido às ameaças. Nas redes sociais, várias pessoas afirmaram que iriam “destruir” a Miracle Mattress.

Torres gêmeas no supermercado

A campanha da loja de colchões não é a única referência promocional à queda das torres gêmeas em Nova York. Funcionários de uma loja do Wal-Mart na Flórida empilharam caixas de refrigerante para simular os dois prédios do World Trade Center atingidos por aviões sequestrados por terroristas da Al Qaeda há quinze anos. Ao fundo, caixas vermelhas, azuis e brancas foram dispostas de modo que lembra a bandeira americana. Sobre os produtos, um banner reforçava a referência a 11 de setembro com a frase “Nunca esqueceremos”.

Walmart faz 'homenagem' aos atentados de 11 de setembro com latas de Coca-Cola (Twitter/Reprodução)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Nelson Marchetto

    De péssimo gosto esse vídeo, tinham mesmo que retratar-se!!!

    Curtir

  2. MARCELO BENTES

    Péssimo. .. sem comentários!

    Curtir

  3. Robson La Luna Di Cola

    Nos EUA, até as tragédias viram mercadoria…

    Curtir