Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Israel diz ter encontrado corpo de refém do Hamas em hospital de Gaza

Yehudit Weiss, mãe de cinco filhos, foi sequestrada no kibutz Be’eri em 7 de outubro; Hospital Al-Shifa virou campo de batalha nos últimos dias

Por Da Redação
Atualizado em 16 nov 2023, 18h18 - Publicado em 16 nov 2023, 16h48

As Forças de Defesa de Israel (FDI) afirmaram nesta quinta-feira, 16, ter recuperado o corpo de uma das reféns sequestradas pelo grupo terrorista Hamas em seus ataques de 7 de outubro ao sul do país. Yehudit Weiss, 65 anos, foi encontrada em um edifício perto do Hospital Al-Shifa, na Faixa de Gaza, que se tornou um campo de batalha nos últimos dias.

De acordo com os militares israelenses, soldados do 603º Batalhão da 7ª Brigada Blindada encontraram o corpo de Weiss junto com equipamento militar do Hamas, incluindo rifles de assalto e granadas propelidas por foguetes (RPGs).

O corpo foi trazido de volta para Israel para identificação. Depois, o Exército e a polícia notificaram a família de Weiss sobre a sua morte.

Mãe de cinco filhos, ela foi sequestrada no kibutz Be’eri em 7 de outubro. Seu marido, Shmulik Weiss, foi encontrado assassinado no quarto seguro de sua casa. A vítima era uma aposentada que trabalhava com crianças do jardim de infância e no refeitório do kibutz. Além disso, estava fazendo radioterapia para tratar um câncer de mama quando foi sequestrada.

“As FDI enviam suas mais sinceras condolências à família. A missão nacional é localizar os desaparecidos e devolver os reféns para casa. Não cessaremos a missão até que ela seja concluída”, acrescentaram os militares em comunicado.

Continua após a publicidade

As FDI, porém, não fornecem detalhes sobre a causa da morte de Weiss ou quando ela foi morta.

Na semana passada, o braço armado do Hamas, Brigadas Al-Qassam, disse que ao menos 60 reféns foram mortos devido aos ataques aéreos israelenses contra a Faixa de Gaza desde 7 de outubro. O porta-voz Abu Obeida afirmou que, após operações de busca conduzidas pelo grupo, ainda haveria 23 corpos de reféns “perdidos sob os escombros”.

“Parece que não conseguiremos alcançá-los devido à agressão brutal em curso por parte da ocupação [Israel] em Gaza”, acrescentou Obeida.

Segundo autoridades israelenses, há 242 cativos em Gaza, mantidos como reféns pelo grupo palestino.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.