Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Incêndio no Chile atinge 2.000 casas e deixa doze mortos

Mais de 1.200 bombeiros trabalham no combate ao incêndio, que começou em uma floresta nos arredores da cidade portuária de Valparaíso

Por Da Redação
13 abr 2014, 10h35

(Atualizado às 22h47)

Mais de 2.000 casas ficaram destruídas e 10.000 pessoas foram evacuadas em Valparaíso, no Chile, desde o início de um incêndio de grandes proporções, na noite de sábado. Segundo as autoridades, doze pessoas morreram e cinco foram atendidas com queimaduras nos hospitais – duas delas foram transferidas para a capital, Santiago, por causa da gravidade das lesões. O Ministério do Interior e Segurança Pública do país havia informado, anteriormente, que o número de vítimas fatais era dezesseis. “A situação é dramática, mas a ajuda está chegando”, disse a presidente Michelle Bachelet, que cancelou viagem diplomática ao Uruguai e Argentina marcada para esta semana.

Leia também:

Terremoto no Chile causa cinco mortes; tsunami é descartado

Continua após a publicidade

O fogo começou como um incêndio florestal nos arredores da cidade, a 120 quilômetros de Santiago, mas se propagou por regiões povoadas de La Cruz, El Vergel, San Roque, Las Cañas e Mariposas. A presidente do Chile, Michelle Bachelet, decretou estado de emergência e está em Valparaíso para avaliar a magnitude do incêndio. Segundo ela, muitos sobreviventes sofreram queimaduras e os mais graves estão sendo transferidos para receber o atendimento adequado. Trata-se de uma das piores catástrofes da história da cidade, de acordo com autoridades locais.

Cerca de 1.200 bombeiros trabalham no combate ao incêndio, fazendo uso de uma frota de 17 aviões e helicópteros. Segundo o diretor regional da Corporação Nacional Florestal, Pablo Olya, a expectativa é de que o incêndio seja controlado ainda neste domingo. No momento, cerca de 700 desabrigados permanecem em escolas e 5.000 casas estão sem energia elétrica.

(Com agência EFE)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.