Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Imã Abu Qatada é libertado sob fiança na Grã-Bretanha

Na véspera, clérigo venceu recurso para não ser extraditado à Jordânia

O imã radical jordaniano Abu Qatada, considerado ex-guia espiritual da Al Qaeda na Europa, foi libertado nesta terça-feira da prisão britânica de Long Lartin após o pagamento de fiança. Canais de televisão mostraram o momento em que Abu Qatada deixou a prisão perto de Birmingham (centro da Inglaterra), em uma caminhonete. Ele seguiria para sua casa no noroeste de Londres.

A libertação de Qatada ocorre um dia após uma jurisdição especial encarregada de casos relacionados à segurança nacional bloquear sua extradição à Jordânia para enfrentar um novo julgamento por seu envolvimento em atentados terroristas. O islamita, de 51 anos, só poderá sair de casa entre 8h e 16h. Também será obrigado a usar uma pulseira eletrônica e terá acesso restrito a certas pessoas, condições similares a sua libertação condicional anterior, entre fevereiro e abril. Recurso – Qatada venceu na segunda-feira o recurso na comissão especial, o que representou um duro golpe para as autoridades britânicas que tentam extraditá-lo há 10 anos. O governo anunciou a intenção de recorrer da decisão. Os juízes da comissão decidiram que, apesar das garantias dadas pela Jordânia, não podiam ter certeza de que o imã radical teria um julgamento justo em seu país, pelo temor de que informações obtidas sob tortura fossem usadas contra o clérigo. As autoridades jordanianas desejam julgar o imã radical de origem palestina por seu envolvimento em atentados, pelos quais já foi condenado à revelia em 1999. (Com agência France-Presse)